terça-feira, 25 de abril de 2017

Chuva em Princesa isabel neste sábado foi de 32mm

Choveu em várias cidades do Vale do Piancó e do alto sertão na noite deste sábado(22) e madrugada de domingo(23).As chuvas animam o setor agropecuário e ainda a população da zona urbana que em algumas cidades passou por racionamento. Em Princesa Isabel o açude Jatobá conseguiu subir 2 cm na lâmina geral com a chuva de sábado que marcou 32 mm. Em Itaporanga foram registrados 48 mm de chuvas, Conceição 23mm, Boa ventura 35.3, Coremas 14.2mm, Ibiara 43mm, Serra Grande 38.1mm, Em Santana dos Garrotes, os agricultores voltaram o plantio do arroz vermelho em larga escala e segundo informações, choveu 18 mm no setor. A previsão de chuvas não é animadora para o próximo mês segundo especialistas. Mas as fortes temperaturas podem ocasionar pancadas isoladas.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Paraíba para serviços em adesão à greve geral do dia 28

Trabalhadores do campo e da cidade vão parar suas atividades no próximo dia 28, em protesto contra as Reformas da Previdência e Trabalhista. Durante todo o dia serão realizados atos públicos, panfletagens e protestos em vários municípios do Estado. Em João Pessoa, o ato será realizado às 14h, no Ponto Cem Reis.
O Dia Nacional de Greve na Paraíba já tem adesão de diversas categorias como ferroviários, comerciários, transporte coletivos, professores, bancários, servidores do judiciário, técnicos das universidades e a igreja Católica.
Para informar todos os detalhes da Greve Geral, será realizada nesta segunda-feira (24), no auditório da Federação dos Trabalhadores Rurais do Estado da Paraíba (FETAG-PB), em João Pessoa, uma coletiva de imprensa com todo o Comando Geral de Greve.
Em panfleto distribuindo nas principais Ruas e Avenidas da Capital, o comando de greve faz algumas recomendações à população de como ajudar a greve geral, exceto em casos de urgência.Não ir a mercado, farmácias, consultas médicas, restaurantes, lojas de eletrodomésticos, shopping, casa lotéricas, agências, agências bancárias, academias e faculdades.

Dissertando sobre o Jogo da Baleia azul.

Por Andressa Renaly
Vamos lá, poderíamos pensar em várias justificativas, teorias ou hipóteses a respeito desse jogo que viralizou via internet, fora do país, e tem alcançado o Brasil. Nesse, já se observam vários adeptos e casos, tornando-se um problema social e até mesmo de saúde pública; uma vez que, o “gamer over” do jogo é a concretização do suicídio do jogador.
Para quem não conhece ainda, o Jogo da baleia azul trata-se de um passatempo instaurado nas redes sociais, no qual o administrador da página, comunidade ou grupo, dita regras e desafios para que o jogador os cumpra. No mesmo, são propostos “50 desafios” que começam com ações mais tranquilas como, por exemplo: Ouvir músicas psicodélicas, assistir filmes de terror, brincadeiras / aventuras que coloquem sua vida em risco, até ações mais sérias como a automutilação e, por fim, o suicídio. O público-alvo do mesmo é, principalmente, crianças e adolescentes; estes postam seus feitos, nas redes, para a visualização pelo administrador da página que os monitora, como meio de comprovação.
Ainda, podemos indagar algumas questões como: A monstruosidade ou perversidade dos administradores, desses grupos, e a facilidade que eles têm de manipular esses jovens, sendo coercitivos para que se concretize todos os desafios, assim, como na capacidade e paciência de acompanhar o “Grand finale” que é o suicídio do jogador. Mas, vale lembrar que a capacidade do ser humano, para coisa boa ou má, é algo imensurável. Ademais, o administrador poderia ser apenas um jogador de mal gosto, que não tinha o intuito de chegar a tamanha repercussão, que se identifica com práticas arriscadas e gostaria de adeptos, ou até mesmo um psicopata, ou um matador em série que encontrou a estratégia perfeita para manipular e tirar vidas sem ser pego; são inúmeras a possibilidades.
O que muitas vezes as pessoas deixam de pensar é que, para o sujeito que está em uma fase vulnerável de sua vida, que é manipulável, portador de um transtorno mental que o torna susceptível, (tem depressão), ou tendências suicidas; uma vez que o suicídio passou pela sua mente e ele não teve coragem de concretizar, esse jogo é um prato cheio! Ainda mais para o adolescente que, “por natureza”, já é curioso e instintivamente adepto à transgressão.
Muitas vezes, o que poderia ser “apenas uma brincadeira” acaba tornando-se uma tragédia, porque os desafios fugiram do seu controle, ou havia um desejo real pelo suicídio, ou por coerção do administrador da página, ou influência de grupos e amigos adeptos. Aos senhores pais, vale ressaltar que nem tudo é influência de outrem, pois pode haver uma identificação e desejo próprio, que ganhou um rumo mais atrativo e, por sua vez, a saída para lidar com o turbilhão de emoções que é a fase vivenciada.
Na transição da infância para a adolescência, além de mudanças hormonais, são notórias mudanças comportamentais, assim, o próprio adolescente passa a lidar com emoções e desejos contraditórios, tais como: insegurança, medo, raiva, rebeldia, revolta, dentre outros, que os desorganiza de certo modo; mas que, de alguma maneira, fundamentará sua personalidade.
Nesta fase, é possível aderir a certos comportamentos ou práticas que podem difundir-se pela necessidade de aceitação de grupos, pela busca da própria identidade, aprovação social e familiar; imitação de comportamentos, necessidade de atenção, chamando-a de alguma maneira para si, falta ou excesso de limites. Além disso, pode ser, apenas, um modo de relacionar-se e ser visto como sujeito no mundo, de todo modo cabe atenção dos amigos e familiares, ou seja, se alguém próximo tem apresentado comportamentos destrutivos, ou isolamento social, algo não está bem. No quesito mutilação, existem transtornos mentais como: O Transtorno de Personalidade Borderline ou Limítrofe (CID-10- F-60.31) no qual, a automutilação é uma forma de lidar com suas emoções, extravasando-as no próprio corpo; uma vez que, nem todos que praticam sofrem desse transtorno, ou são jogadores do jogo da baleia azul, logo, cabe a observação e a investigação se é, ou não, um transtorno. Muitas vezes, essa é uma prática que está sendo banalizada entre os jovens e até mesmo tornando-se uma “modinha”.
Há quem defenda que arriscar-se e fazer parte de grupos como esses é coisa para gente “burra”, “que não tem o que fazer”, “que não tem limites”, que “é falta de peia”, “que é falta de Deus”, “que as pessoas estão muito sensíveis” etc; tornando-se insensíveis ao próximo, julgando ou fazendo piada, não parando para refletir que cada indivíduo enfrenta situações das mais variadas formas. Será que não está faltando empatia e amor ao próximo? Todos nós estamos suscetíveis ao adoecimento mental e a comportamentos que se mostrem “bizarros” em momentos de aflição.
Ainda, é necessário lembrar que as relações sociais de hoje são distintas de anos atrás, pois o mundo cibernético afeta de forma positiva e negativa as organizações. As imposições sociais e midiáticas da atualidade são outras, as brincadeiras também, e isso muda o modo de pensar, agir, de adquirir e desenvolver padrões. Assim, para quem não está emocionalmente estável, ou não tem uma personalidade formada, as “influências“ negativas nas ações e modos de existir podem ser bastante elevadas.
Destarte, o jogo da baleia azul é um atrativo que se adequa às diversidades de meios de comunicação, comportamentos e patologias desta nova era. Então, é importante que a família, e a escola observe o comportamento das crianças e jovens e estejam próximos para ouvir e ajudar, pois o sofrimento requer cuidado, atenção e sensibilidade. O vínculo afetivo é de fundamental relevância para o desenvolvimento saudável dos mesmos. E, caso seja necessário, é sempre positivo a busca por um profissional capacitado.
Andressa Renaly, Psicóloga Clínica e Especialista em Psicologia Jurídica-
CRP: 13 - 7172 Email: andressarenaly.psi@gmail.com

sexta-feira, 21 de abril de 2017

TJ proíbe cinco prefeituras paraibanas de contratarem temporários. Entre elas Princesa Isabel.

O Pleno do Tribunal de Justiça julgou, nesta quinta-feira (20), procedentes ações diretas de inconstitucionalidade ajuizadas pelo Ministério Público da Paraíba contra leis dos municípios paraibanos de Frei Martinho, Gado Bravo, Caraúbas, Princesa Isabel e Pedra Lavrada referentes à contratação de servidores por parte das prefeituras. Em relação a Princesa Isabel, a ação foi contra a Lei Municipal nº 1.197/2012. De acordo com a ação, a lei estabelece “situações corriqueiras (licenças, serviços básicos, aposentadoria, etc.) como sendo excepcionais, permitindo, dessa forma, ao Chefe do Poder Executivo, a contratação por excepcional interesse público em situações normais no âmbito da Administração Pública, as quais devem, inclusive, constar do planejamento de todo e qualquer gestor, afigurando-se, assim, manifestamente incompatíveis com os requisitos constitucionais da excepcionalidade e da temporariedade preconizados pelo paradigma normativo constitucional”.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

OPINIÃO: POR QUE O ÓDIO AO SERVIÇO PÚBLICO?

Desde que Michel Temer assumiu o governo, temos a impressão de que todo o problema do Brasil se resume ao serviço público e aos direitos sociais. PEC 241/55 que congela o orçamento, sem a devida reposição de servidores/ concursados e congelamento salarial real de todo o funcionalismo federal por 20 anos; reforma da previdência para aumentar o tempo de serviço, podendo chegar a 49 anos de contribuição para se aposentar com 100%; medida provisória de reforma do ensino médio que retira educação física, artes, filosofia do currículo de nossas crianças, acabando com a carreira de milhares de professores pelo país; regulamentação da terceirização para toda e qualquer atividade da empresa; e mais recentemente corte de salários daqueles que lutam pelo seu direito através do único instrumento que o trabalhador possui que é a greve; além de outros exemplos.
Ora, o que significa a tríade reforma da previdência + PEC 241/55 + corte de salário em caso de greve? Mais tempo trabalhando para se aposentar, em piores condições (mesma quantidade de trabalho, com menos pessoas, não havendo reposição de trabalhadores proporcional ao número de aposentadorias/ afastamentos) e sem poder reclamar/ fazer greve (sob pena de corte de verba alimentar).
Cabe destacar que diferente do trabalhador da iniciativa privada/ setor produtivo que faz greve por tempo curto, haja visto “prejudicar” diretamente o patrão ao cruzar os braços, recorrendo-se eventualmente ao dissídio coletivo para solucionar a questão, nós, do serviço público, realizamos greves mais longas justamente porque demora mais para surtir os efeitos, sem poder dispor do dissídio coletivo quando a Constituição Federal (art. 37, X) é desrespeitada por não recebermos a reposição inflacionária. Com a decisão do STF de corte de salário no caso de greve, os professores, a título meramente ilustrativo, terão ainda mais dificuldades de garantir à tão sonhada valorização da carreira.
Esta tríade (reforma da previdência + PEC 241 + corte de salário em caso de greve), na prática, visa sucatear o serviço público. Com o tempo, piorará a prestação de serviços, prejudicando aqueles e aquelas que mais necessitam da presença do Estado nas suas vidas. Além disso, cabe lembrar que o concurso público foi um avanço da Constituinte de 1988, substituindo o loteamento de cargos generalizado sem critérios objetivos pela seleção através de provas objetivas e dissertativas para o ingresso. E, afinal, quem é beneficiado com estas medidas? Os poucos rentistas que vivem dos juros da dívida que o país paga mensalmente, concentrando ainda mais renda, já que a PEC 241/55 não limita os gastos com os juros e a reforma da previdência visa “abrir” espaço no orçamento para pagar mais juros.
Importante destacar que as medidas elencadas acima não são apenas do Poder Executivo. Aí existe uma outra tríade: Legislativo e Judiciário estão em sintonia fina com Temer/ Executivo. Atualmente, temos a bancada mais conservadora desde 1964 (Golpe Militar). No Judiciário, a cúpula é toda neoliberal: Gilmar Mendes no TSE (militante histórico do PSDB), Ives Gandra Martins Filho no TST (militante histórico do esvaziamento do papel da Justiça do Trabalho) e Carmen Lúcia (a favor da PEC 241 e do congelamento salarial), havendo alguns retrocessos recentemente em decisões do STF, como desaposentação, suspensão da Súmula 277 do TST, entre outras.
Mas afinal, o que está por trás disso tudo? Por que o ódio ao serviço público? Seriam dois motivos, basicamente:
1 – há uma sensação plantada pela mídia em parte da sociedade de que empregado público trabalha pouco e ganha muito, tendo muitos privilégios. Olham uma pequena parte do funcionalismo público em que realmente acontece isso (políticos, assessores legislativos, juízes, procuradores, promotores, entre outros – com salários muito acima da média do trabalhador da iniciativa privada, além do ilegal, imoral e injusto auxílio moradia de mais de R$ 4.000,00 líquido; as duas férias por anos; aposentadoria especial; e tantos outros) e generalizam de maneira equivocada a todo funcionalismo públicos, mesmo cientes de que a maioria dos trabalhadores repudia estes privilégios;
2 – a volta da hegemonia do pensamento neoliberal da década de 90 que via o Estado um entrave para o desenvolvimento nacional. Assim, faz-se necessário, segundo este pensamento, em resumo, um enxugamento do Poder Público, abrindo espaço para a iniciativa privada. Isso se dá de diversas formas: privatizações; menos concurso público; menor orçamento para Políticas Públicas e para o Poder Judiciário; ou seja, menor presença do Estado na Economia e na vida dos cidadãos.
Devido estes dois fatores, principalmente, o serviço público (e seus funcionários) é visto como O PROBLEMA da sociedade atualmente. Afinal de contas, o que Michel Temer e seus aliados do PSDB, DEM e outros partidos no Legislativo e Judiciário, propuseram ou fizeram além de onerar os trabalhadores e o funcionalismo público? Nada; zero; nothing. Taxação de grandes fortunas, diminuir a desoneração das grandes empresas e do agronegócio, diminuir o Imposto de Renda sobre a classe média, entre outras medidas? Nada; zero; nothing. Alega-se não existir alternativas quando sabemos que existem.
Cabe aos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público e a da iniciativa privada, de maneira criativa e inovadora, dizer se concordam ou não com este projeto que não foi referendado pelas urnas. Só a luta conjunta das diversas categorias afetadas conseguirá barrar estes retrocessos contra a humanidade!
Por Thiago Duarte Gonçalves

Bancários da Paraíba aderem à Greve Geral e paralisam atividades no dia 28 de abril

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (19), as bancárias e os bancários da Paraíba aprovaram, por unanimidade, a adesão da categoria à Greve Geral de 28 de abril, convocada pelas centrais sindicais, federações, a Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo.
A Greve Geral é contra as reformas trabalhista e previdenciária, a terceirização irrestrita, a reestruturação e o desmonte dos bancos públicos.Bastante participativa, a assembleia congregou dirigentes e delegados sindicais, bancários comprometidos com a luta da categoria e representantes de outros sindicatos de trabalhadores, que vieram reforçar a mobilização rumo à Greve Geral do dia 28 de abril.
O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcelo Alves, alertou que a adesão à greve geral é a única forma de tentar barrar os retrocessos promovidos pelo atual governo.
“Estamos nos preparando para fazermos uma das maiores greves já protagonizadas pela classe trabalhadora. Essa luta é geral e vem sendo construída com muita mobilização para que, através da pressão, possamos barrar esse retrocesso histórico, que compromete o emprego, a aposentadoria e o futuro dos nossos filhos e netos. A hora é agora; as bancárias e os bancários não aceitam nenhum direito a menos”, concluiu Marcelo Alves.

Bancos fecham no feriado na PB

O feriado em homenagem a Tiradentes, nesta sexta-feira (21), vai trazer algumas mudanças quanto aos horários de funcionamento de repartições, serviços e afins.
De acordo com o Sindicato dos Bancários da Paraíba, as agências não funcionam na sexta-feira (21), mas a segunda não sofre alterações de funcionamento. O comércio na maioria das cidades paraibanas será fechado.Porém outros municípios optam por abrir até meio dia. As repartições públicas não funcionam nesta sexta-feira (21). Contudo, os serviços essenciais, como coleta de lixo, hospitais, Defesa Civil, etc, serão mantidos.

Governo muda Comando da Polícia Militar de Princesa Isabel

A Polícia Militar realizou, nesta quarta-feira (19), às 17h30, na sede do Comando Geral, em João Pessoa, a solenidade de passagem de comando de cinco unidades da corporação, entre elas, o comando da cidade de Princesa Isabel. As mudanças foram publicadas no Diário Oficial desta quarta.
Para o Comando do Policiamento Regional II, responsável pela segurança no Sertão, será empossado o tenente-coronel Cunha Rolim, que deixa o comando do 13º Batalhão, que terá como novo comandante o major Elder Muderno. A outra mudança foi na 5ª Companhia Independente, em Princesa Isabel, onde o major Rômulo Araújo assumirá a função.
O comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, explicou que as mudanças têm o objetivo de alcançar resultados ainda melhores para a segurança pública no Estado. "São mudanças naturais que visam oxigenar os comandos, melhorando o que já é muito bom, e também para substituir oficiais que cumpriram suas missões com dedicação e profissionalismo, mas que chegaram ao tempo de ir para a reserva, conforme a lei prevê", explicou.
Operação Tiradentes – Durante a solenidade de passagem dos comandos, a Polícia Militar vai anunciar o plano operacional de policiamento para o feriado e fim de semana, que inclui uma operação em nível nacional que a PM paraibana participará, a 'Tiradentes'. O efetivo, viaturas e toda a logística que será empregada serão divulgados durante o evento desta quarta-feira.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Samu de Patos permanece fora do ar após chuvas e atende em números provisórios

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade de Patos, no Sertão paraibano, a 314 quilômetros de João Pessoa, disponibilizou números provisórios para atendimento de urgência e emergência ao público. A iniciativa foi adotada após um raio ter danificado a central de atendimento do serviço na última semana.
Até que o antigo serviço seja restabelecido, o atendimento será feito temporariamente pelos telefones 3423-3641 e o 99390-5222.
De acordo com o coordenador do Samu, Paulo Brandão, um técnico está tentando recuperar alguns equipamentos, mas o número 192 só voltará a atender após a realização de uma licitação para a compra de um novo equipamento.
O Samu é um serviço de saúde gratuito que funciona 24 horas, e que presta orientações e socorro urgente.

TRE-PB adia decisão sobre cassação de Ricardo Coutinho

O relator no Tribunal Regional Eleitoral da Ação de Investigação de Judicial Eleitoral (Aije) que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho por abuso de poder econômico e político nas eleições de 2014, desembargador Romero Marcelo, votou pela improcedência da ação.
A Aije é relativa ao uso eleitoral da PBPrev e está sendo julgada nesta segunda-feira (17) pela Corte Eleitoral. Em seu voto, que durou cerca de 1h35, o desembargador destacou que a conduta no pagamento de recursos a aposentados e pensionistas durante o período eleitoral e meses subsequentes não comprova excesso de abuso ou desvio de finalidade.
“O pagamento de retroativos integra a rotina da PBPrev sem grandes modificações. Não houve prova de predestinação dos valores pagos para custeio de campanha eleitoral”, afirmou.Para ele, o pagamento dos retroativos não levou nenhuma gravidade ou potencialidade para mudar o resultado das eleições.
“Concluo que o número de beneficiários diretos e indiretos indicam uma baixa de gravidade da conduta que não impõe as sanções de cassação e inelegibilidade”, argumentou. O relator contrariou parecer do Ministério Público Eleitoral, que se posicionou pela procedência da ação e cassação do mandato do governador.

Greve Geral: professores da UFPB fazem rodada de assembleias para debater paralisação

A construção da greve geral convocada pelas centrais sindicais de todo o Brasil para o dia 28 de abril será o principal tema de debate da próxima rodada de assembleias dos professores da Universidade] Federal da Paraíba (UFPB). As atividades serão realizadas hoje, nos campi de Bananeiras e Areia, e amanhã, em João Pessoa.
Em Bananeiras, a assembleia está marcada para 9h e, em Areia, para 15h, na sede das respectivas secretarias adjuntas da UFPB (Adufpb). Em João Pessoa, os debates ocorrerão a partir das 10h, no auditório do prédio da Reitoria, e reunirá também os docentes do campus Litoral Norte.
A greve geral do dia 28 de abril contra os ataques do Governo Federal aos direitos dos trabalhadores foi convocada pelas centrais sindicais e conta com o apoio e adesão do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes). Ao longo das últimas semanas, os trabalhadores vêm se mobilizando em todo o país, realizando protestos e outras atividades. Em João Pessoa, a Adufpb está participando das reuniões preparatórias da greve e também das manifestações de rua. Em março, foram realizadas três grandes protestos (nos dias 8, 15 e 31) e um ato simbólico, no dia 28, com o enforcamento dos deputados federais que se posicionam a favor da reforma da Previdência.//

Chuvas aliviam sertanejos, dois açudes sangram, mas situação continua crítica em 49 açudes

Apesar das fortes chuvas caídas na Paraíba nos últimos dias 49 açudes dos 126 monitorados pela Agência Executiva das Águas na Paraíba continuam em situação crítica e acumulam menos de sua capacidade total de armazenamento. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (17) pela Aesa, em 42 reservatórios situação é de observação. Eles têm até 20% de sua capacidade. Já outros 34 reservatórios estão com sua capacidade superior a 20% do seu volume total.
As pancadas registradas no Sertão paraibano deram um alívio nos açudes localizados naquela região. Mas a situação do maior reservatório da Paraíba o Coremas, que tem capacidade total de armazenamento de 591.646.222 m³, acumula apenas 44.276.041 ou 7,5 mil m³ de sua capacidade.
O açude Vazante, em Diamante, por exemplo, começou a sangrar nesta segunda-feira (17). O reservatório tem capacidade de armazenar mais de 9 milhões de m³ de água. O São José II, em Monteiro, no Cariri paraibano, é outro que vem sangrando desde o início deste mês. O açude tem capacidade.

Princesa Isabel e mais 17 municípios podem ter recursos do FPM bloqueados por débitos na Receita

A cidade de Princesa Isabel e outros 17 municípios paraibanos podem ter os recursos da segunda parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de abril bloqueados por conta de débitos com a Receita Federal do Brasil (RFB). Em todo o país, 195 municípios estão na mesma situação. A lista com os municípios bloqueados pode ser consultada noSistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).
Além de Princesa, na região, Imaculada e Água Branca também correm o risco de terem seus recursos bloqueados. O que mais leva ao bloqueio dos repasses são as pendências no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).
Contudo, esse não é o único motivo, débitos na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) também podem ocasionar tal bloqueio. A Confederação Nacional dos Municípios encaminha, mensalmente, para o celular de cada gestor, a informação de bloqueio caso o município tenha pendências na RFB. A recomendação da entidade é que o gestor contate a Delegacia da RFB de jurisdição e verifique as pendências existentes, providencie a regularização e em seguida leve as guias pagas à DRFB para que o agente da RFB efetue o desbloqueio.
No acesso restrito do site da CNM está disponível a Nota Técnica 005/2017 que trata da matéria, e o Boletim CNM de abril traz matéria com esses esclarecimentos detalhados.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Campanha de vacinação contra gripe começa hoje

Começa hoje (17) a mobilização nacional de vacinação contra a gripe. A campanha deste ano inclui, pela primeira vez, os profissionais de educação no grupo prioritário. Cerca de 2,3 milhões de professores de escolas das redes pública e privada devem ser imunizados nos postos de saúde de todo o país.
Nos dias 2 e 3 de maio, os docentes serão vacinados nas escolas. Idosos, trabalhadores do setor de saúde, crianças de 6 meses até 5 anos, gestantes, mulheres no pós-parto, indígenas, população privada de liberdade, inclusive os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, e pessoas com doenças crônicas continuam como público-alvo da vacinação.
A vacina permite a proteção contra os vírus A(H1N1), H3N2 e influenza B. Como os vírus são mutantes, a composição da vacina é feita somente depois da indicação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as cepas (variações dos vírus) que circularam com mais frequência nos últimos meses na região. Segundo a OMS, em 2016 a cepa do vírus A(H1N1) foi alterada, o que levou à produção de uma nova composição para a campanha deste ano. Cerca de 60 milhões de doses serão distribuídas aos postos da rede pública de saúde. O Ministério da Saúde espera que pelo menos 54 milhões de pessoas sejam imunizadas até o dia 26 de maio, prazo final da campanha. O dia D da mobilização será em 13 de maio.
O principal objetivo da campanha é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Segundo o Ministério da Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe. Em 2016, o país registrou a maior incidência dos casos de gripe desde a pandemia iniciada em 2009. Mais de 2.200 pessoas morreram no ano passado por problemas relacionados à gripe. De janeiro a abril deste ano ocorreram 48 mortes.
Apesar de a incidência de casos estar num ritmo bem menor do que o registrado no ano passado, o Ministério da Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes e garantir que a proteção seja efetiva no período de maior vulnerabilidade, o inverno.
Além de buscar a imunização, o Ministério recomenda que a população lave as mãos várias vezes ao dia, cubra o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evite tocar o rosto, não compartilhe objetos de uso pessoal, mantenha os ambientes bem ventilados e evite a permanência em locais com aglomeração.

TRE julga hoje ação que pode cassar o governador

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) deve julgar nesta segunda-feira (17) uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB) por abuso de poder econômico nas eleições de 2014. A ação consta na pauta da sessão da Corte Eleitoral. O julgamento é relativo a um suposto uso político da PBPrev em benefício da candidatura do governador. A ação foi proposta pela coligação “A Vontade do Povo”, encabeçada pelo então candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB). O Ministério Público Eleitoral (MPE) emitiu parecer pedindo a cassação do governador. O relator da ação é o desembargador Romero Marcelo.

Operação Semana Santa prende 38 suspeitos e apreende mais de 14 kg de drogas na PB

Trinta e oito pessoas foram presas entre as 18h da quarta-feira (12) e as 10h desta sexta-feira (14), durante a Operação Semana Santa, realizada pela Polícia Militar em todo o estado. Essas pessoas foram presas por roubo (12), tráfico de drogas (10), furto (7), porte ilegal de arma (6), mandado judicial (2) ou tentativa de homicídio (1). A operação vai até a madrugada da próxima segunda-feira (17). Em ações nas cidades de João Pessoa, Monteiro, Santa Rita e Cajazeiras, a PM apreendeu 13,5 kg de maconha, 700 gramas de crack, 230 unidades de LSD e 15 pinos de cocaína.
Além das apreensões de drogas, a operação Semana Santa também recuperou, no mesmo período, 10 veículos com registro de roubo ou furto nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Santa Luzia, Guarabira, Pedras de Fogo e Caaporã. Foram recuperados cinco carros e cinco motos.
A Operação Semana Santa também já resulta na apreensão de 12 armas de fogo. Foram seis espingardas e seis revólveres retirados de circulação nas cidades de João Pessoa, Juarez Távora, Queimadas, Santa Rita, Alagoa Nova, Monteiro, Itapororoca e Tacima.

Advogado de Cássio aposta na cassação de Ricardo

Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgará na tarde desta segunda-feira (17) a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB) por abuso de poder econômico na disputa eleitoral de 2014, quando o socialista concorreu a reeleição.
A ação foi impetrada pela coligação “A Vontade do Povo”, encabeçada pelo então candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB). Ao MaisPB, o advogado de acusação, Harrison Targino, afirmou que espera que a corte siga o parecer do Ministério Público Federal, pela cassação de Ricardo.
“Nós temos a convicção de que o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba acatará o parecer do Ministério Público Federal e, reconhecendo o abuso do poder político por parte do governador e seus auxiliares, casse o mandato de Ricardo Coutinho. O processo tem farta provas do uso político da PBPrev, com um aumento considerado de benefícios no ano de eleição, em pleno período eleitoral”, avaliou.
Wallison Bezerra – MaisPB

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Professores da UEPB iniciam greve nesta quarta-feira

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) iniciaram nesta quarta-feira (12) uma greve por tempo indeterminado. As principais reivindicações da categoria são a reposição de perdas salariais de 23,61%, a derrubada da portaria da Reitoria (246/2017) que determinou cortes em gastos de custeio e investimentos, o descongelamento das progressões de carreira, o cumprimento pelo Governo do Estado do orçamento integral da UEPB para 2017 e abertura do diálogo do governador Ricardo Coutinho com a categoria.
O presidente da ADUEPB, Nelson Júnior, ressaltou que os principais problemas da UEPB e dos professores foram agravados com o corte do orçamento da UEPB realizado pelo Governo do Estado.
“A universidade aprovou um orçamento de R$ 410 milhões e enviou para o Governo do Estado, que encaminhou para a Assembleia Legislativa um orçamento de R$ 317 milhões e, para surpresa de todos ocorreu um novo corte de R$ 27 milhões, que deixou o orçamento a ser executado menor que o de 2016. Para se adequar a isto, a Reitoria determinou um pacote de cortes de vagas, demissão professores substitutos e técnicos terceirizados e redução de verbas de custeio, que reduzirão o tamanho da universidade”, explica.

Feriadão altera funcionamento De serviços na Paraíba

Entre 14 e 16 de abril (sexta, sábado e domingo) ocorre o feriadão da Semana Santa, com alteração de horários a partir desta quarta (12). O expediente forense será alterado em todo o Poder Judiciário estadual paraibano a partir desta quarta-feira (12), por conta da Semana Santa. Nesta quarta (12), as atividades serão desenvolvidas, no Tribunal de Justiça da Paraíba e em todas as comarcas do Estado, no período das 7h às 13h.Já na quinta-feira (13), será ponto facultativo em todas as unidades, e, na sexta-feira (14), não haverá expediente, por conta do feriado religioso da sexta-feira da Paixão.
Nesses dias, haverá plantões para apreciação e processamento de medidas urgentes.O Poder Judiciário estadual retornará ao expediente normal na segunda-feira (17), a partir das 7h, nas comarcas de 1ª e 2ª entrância, e ao meio-dia nas unidades de 3ª entrância.
O governo do Estado decretou ponto facultativo nas repartições da administração direta e indireta, nesta quinta-feira (13), por conta das solenidades religiosas da Semana Santa. Apenas os serviços essenciais são preservados, como Saúde e Segurança. Os veículos oficiais, inclusive os de representação da administração direta e indireta, deverão ser recolhidos às repartições de origem ou ao Centro Administrativo após o fim do expediente desta quarta-feira (12), e liberados uma hora antes do expediente da segunda-feira (17).
Segundo o Sindicato dos Bancários da Paraíba, as agências não irão funcionar nesta sexta-feira (14). Contas com vencimento no feriado podem ser pagas no dia de retorno das atividades. //

Princesa Isabel tem possibilidades de chuvas para esta quarta-feira

A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) registrou a ocorrência de chuvas, em pelo menos 72 localidades do estado, entre essa segunda-feira (10) e esta terça-feira (11). De acordo com o levantamento, o município de Bom Jesus, no Sertão paraibano, a 506 quilômetros de João Pessoa, registrou o maior índice pluviométrico com 49,5 milímetros de chuva.
A Aesa também registrou precipitações em outras regiões do estado, a exemplo do Litoral, Agreste, Zona da Mata e Brejo.Em Campina Grande, no Agreste paraibano, a 130 quilômetros da Capital, também foram registradas chuvas. A Aesa registrou mais de 21 milímetros de pluviometria nas últimas horas.
Em Princesa Isabel a chuva desta terça-feira conseguiu o acumulado de 15 mm. A previsão para esta quarta-feira é de que novas precipitações aconteçam na parte da tarde e a noite em Princesa.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Cidades tem economia prejudicada por conta de agências bancárias fechadas

Cabaceiras, no Cariri da Paraíba, a 200 quilômetros da capital João Pessoa, tem uma agência bancária que conta com toda a estrutura necessária, mas que não tem sequer uma cédula de R$ 2 para movimentação financeira. Os caixas eletrônicos servem apenas para serviços de consulta como saldos e extratos. Na mesma cidade, a agência dos Correios, que poderia movimentar dinheiro, está fechada há um ano. O motivo são roubos e explosões dos cofres e caixas eletrônicos.A população tem que viajar para outras cidades pra conseguir sacar dinheiro e a queda provocada na economia tem feito o comércio local temer a falência. “O dinheiro não circula na cidade. O dinheiro passa a circular fora [da cidade] então há uma dificuldade muito grande para nós empresários aqui do Cariri. Se assim permanecer, muitas empresas vão baixar as portas. Não aguentam porque o imposto é muito alto, a carga tributária é alta demais e estamos tendo muita dificuldade até de efetuar a folha de pagamento dos funcionários”, disse o empresário José de Arimatéia.
O Banco do Brasil de Cabaceiras foi explodido pela última vez em agosto de 2015. As janelas de vidro danificadas com o ataque ainda não foram repostas e ainda são substituídas por tapumes de madeiras. Mesmo assim, a agência reabriu, segundo o banco, por segurança, mas não faz nenhum tipo de operação que envolva cédulas de dinheiro.
Os funcionários fazem atendimentos administrativos e os caixas eletrônicos servem apenas para consultar saldo e extratos de contas.Já agência dos Correios de Cabaceiras está fechada desde que foi explodida há um ano. O prédio é fechado com porta e grades e tem um recado que diz: “Fechado por tempo indeterminado”. Nos municípios da região do Cariri paraibano, cerca de 300 moradores estão sendo prejudicados pela falta de movimentação de dinheiro em espécie, nos bancos dos municípios da região.
De acordo com os dados do Sindicato dos Bancários da Paraíba, apenas no ano de 2016 foram registrados 105 ataques contra bancos. Entre os casos estão 64 explosões, três assaltos, 31 arrombamentos, quatro tentativas de assalto e três golpes do tipo “saidinha de banco. Já este ano, até o fim da tarde desta sexta-feira (10), foram registados oito ataques, sendo cinco explosões, um assalto e duas explosões.
A Secretaria Estadual de Segurança e Desenvolvimento Social (Seds), através do delegado geral adjunto, Iaías Glauberto informou que a Polícia Civil já fez mais de 400 prisões de suspeitos de explosões, nos últimos cinco anos. Disse ainda que a Secretaria de Segurança tenta manter um diálogo com as instituições bancárias, para que os bancos aumentem a segurança nas agências e faça investimentos em equipamentos que inibam as ações deste tipo.
Já a diretoria de comunicação da Febraban, informou que já está investindo na segurança das agências, principalmente em tecnologia, para que sejam feitas operações rápidas e seguras pelos clientes. Isso iria reduzir a necessidade de ter dinheiro em espécie dentro das agências bancárias. Mas, sobre as explosões de caixas, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) ressaltou que a ação de segurança necessária para enfrentar essa violência está fora do alcance das instituições privadas.

MPF denuncia servidores de Patos por superfaturamento de títulos federais

O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB), por meio da Procuradoria da República no Município (PRM) de Patos, no Sertão da Paraíba, denunciou dois servidores do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município (Patos Prev) e uma assessora da Prefeitura Municipal. As investigações indicam compra de títulos públicos federais superfaturados nos anos de 2006 e 2007.
Os atos de gestão fraudulenta foram identificados a partir de análise de demonstrações contábeis, extratos bancários das aplicações financeiras e outros documentos obtidos durante auditoria do Ministério da Previdência Social, realizada em 2008. Após perícia contábil realizada pela Polícia Federal, identificou-se um dano atualizado aos segurados da Patos Prev de R$ 636.146,74.
Na ação penal, o MPF em Patos requer a aplicação da pena privativa de liberdade; além da aplicação da perda de cargo, emprego, função pública ou mandato eletivo dos denunciados, como efeito da condenação; bem como a fixação do valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração, considerando os prejuízos causados ao instituto Patos Prev. As penas previstas para os crimes contra o sistema financeiro nacional, que contemplam os três denunciados, são de três a 12 anos de reclusão e multa.

Governador Ricardo entrega mais uma estação de tratamento de água na Paraíba

O governador Ricardo Coutinho entrega, nesta terça-feira (11), a ampliação do sistema de abastecimento d’água da cidade de Princesa Isabel. O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio ambiente e Ciência e Tecnologia, investiu mais de R$ 8 milhões para a construção do sistema.
A cidade de Princesa Isabel possuía uma rede de abastecimento deficiente e que não atendia à demanda do município, por isso foi necessária a expansão da rede e substituição de grande parte da tubulação composta por tubos de cimento amianto, não utilizados mais hoje. Cerca de 30 mil habitantes serão beneficiados com o sistema de abastecimento de Princesa Isabel.
O projeto de ampliação da rede do município compõe-se de aproximadamente 10 km de adutora de água bruta e adutora de água tratada, nova estação de tratamento, nova estação elevatória, reservatório apoiado capacidade para 500 mil litros de água, além de instalação de hidrômetros residenciais. A vazão do sistema é de 35 litros por segundo de água tratada. De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, a meta é levar água para todos os paraibanos. “Este governo montou um programa muito grande de adutoras. Mais de 1027 km de adutoras estão sendo implantados no Estado e estamos totalmente engajados na missão de levar água para quem necessita”, ressaltou.
Já o secretário executivo de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Deusdete Queiroga, destaca que adutora foi uma demanda do Orçamento Democrático Estadual. “A adutora de Princesa Isabel era uma das maiores demandas do ODE. Desde 2011, os moradores da cidade cobravam por abastecimento de água e agora, mais uma vez, estamos atendendo ao pedido povo através dessa ferramenta de extrema importância que é o Orçamento Democrático Estadual.
Paralelamente a essas obras, o Governo do Estado solicitou, e conseguiu, junto ao Ministério da Integração Nacional a realização de um ramal da adutora do Pajeú, partindo do município de Flores (PE) para atendimento imediato a população de Princesa Isabel. Essas obras foram concluídas recentemente e o município foi o primeiro da Paraíba, de fato, a receber águas do Rio São Francisco. Convém ressaltar que, devido a estiagem que o Semiárido nordestino atravessa, o açude Jatobá secou totalmente e a cidade era abastecida através de carros-pipa. Assim, a cidade já não padece desse problema.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Tião Lucena assume secretaria adjunta de comunicação do Estado

O jornalista e procurador do Estado, Sebastião Lucena (Tião Lucena) foi anunciado hoje, Dia do Jornalista, como novo secretário adjunto de Comunicação do Estado. O anúncio foi feito pelo titular da Pasta, o jornalista Luís Torres. "No Dia do Jornalista, comemoro a excelente notícia da confirmação do amigo Tião Lucena na Sec. Executiva da Comunicação. Vamos juntos, Tião!", postou Torres nas redes sociais. Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.
Fonte: Marcos Wéric

Caixa abre mais cedo até quarta-feira para saque de contas inativas do FGTS

De hoje (10) a quarta-feira (12), todas as agências da Caixa abrirão duas horas mais cedo para o atendimento de trabalhadores que precisam sacar ou tirar dúvidas sobre as contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). As unidades que normalmente começam a funcionar para o público às 11h vão operar a partir das 9h. As que abrem às 10h, atenderão a partir das 8h. As que normalmente começam as atividades às 9h, vão funcionar a partir das 8h, com fechamento uma hora mais tarde.
A orientação do banco é de que o trabalhador, ao procurar a agência, leve a Carteira de Trabalho e o termo de rescisão do contrato. Os que vão sacar no autoatendimento devem prestar atenção à mensagem que aparece no terminal, para o caso de ter mais de uma conta inativa.
Em todo o país, de acordo com a Caixa, são 3.412 agências com horário especial nestes primeiros dias da segunda etapa de pagamento. Não terão horários especiais os 837 postos de atendimento que ficam no interior de repartições públicas e as oito unidades móveis (caminhões), por não serem caracterizados como agência.
Desde sábado (8), 7,7 milhões de brasileiros nascidos em março, abril e maio podem sacar os recursos das contas inativas do FGTS. O valor total disponível para essa segunda fase chega a R$ 11,2 bilhões e equivale a 26% do total disponível.
Esses trabalhadores têm até 31 de julho para fazer o saque, caso não recebam automaticamente em conta.A Caixa lembra que apenas o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até o dia 31 de dezembro de 2015 tem contas inativas aptas a serem sacadas.

Edital do Enem é publicado e traz taxa de inscrição 20% mais cara

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) fica mais caro este ano. Para se inscrever, o candidato terá que pagar R$ 82. A nova taxa está no edital do exame, publicado nesta segunda-feira (10) no Diário Oficial da União, a partir da página 47. No ano passado, a taxa era de R$ 68. As inscrições começam às 10h do dia 8 de maio e terminam às 23h59 do dia 19 de maio, pela internet, no site do Enem . O pagamento deve ser feito até o dia 24 de maio.
Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a correção não só levou em conta a variação de preços pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), como incorporou variações de anos anteriores que deixaram de ser aplicadas e parte da diferença entre o custo do exame e a taxa de inscrição.
Atualmente, o Inep cobre cerca de 70% do custo do exame. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que mesmo com a alta, o Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.
Pelas regras do edital estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio em 2017, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.
O Inep informa que vai conferir todos os pedidos de isenção. Caso o candidato não se enquadre, poderá gerar o boleto e pagar a taxa para participar do Enem. Se as informações prestadas forem falsas e for constatada concessão indevida de isenção, o participante será eliminado do exame e terá que ressarcir a taxa. A partir deste ano, o sistema de inscrição permitirá que o participante informe o Número de Identificação Social, do CadÚnico. Para que a isenção seja validada, é preciso que os dados pessoais sejam iguais aos cadastrados na base da Receita Federal. Os participantes isentos que não comparecerem nos dois dias de prova e quiserem fazer o Enem 2018 sem pagar a taxa terão que justificar a ausência por meio de atestado médico, documento judicial ou boletim de ocorrência. Caso contrário, perderão a isenção.//

Chuvas ficam abaixo da média no Sertão

O Sertão paraibano convive com um primeiro trimestre de seca. Dados da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater) comprovam que as chuvas estão abaixo da média para o período na região.
Com o Eixo Norte da Transposição estacionado, a região ainda depende apenas de bons índices pluviométricos para manutenção da agricultura local.Dentre os números apurados, as cidades de Itaporanga, Conceição e Piancó registraram os menores de seus índices em janeiros e os melhores e março, mês que resgatou a esperança da população.
Itaporanga teve média de 250 mm nos primeiros meses, Conceição registrou 228,4 mm, e Piancó 258 mm, no primeiro trimestre.

Princesa Isabel participa de seminário sobre Empreendedorismo e oportunidades de negócios

O turismo sustentável e as oportunidades de negócios foram tema de debate nesta quinta-feira (6), durante o Seminário de Desenvolvimento da Serra de Teixeira, promovido pelo Sebrae. A ação faz parte do projeto de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, que visa ampliar a formalidade dos empreendedores, criar oportunidades de negócios, estabelecer boas relações entre empresários e o poder público local, gerando um ambiente favorável para o desenvolvimento dos pequenos negócios na região.
Prefeitos das cidades de Teixeira, Maturéia, Princesa Isabel e Manaíra participaram do evento, além de lideranças dos setores públicos e privado e colaboradores, onde discutiram as potencialidades da região e as perspectivas de comércio e agricultura familiar através do empreendedorismo.
Segundo o gerente do Sebrae em Patos, João Jardelino, a proposta é formar uma Rede de Cooperação entre os municípios, para a partir daí, desenvolver ações em prol da região: “A partir das potencialidades identificadas, vamos trabalhar com os grupos temáticos para discutir ações de desenvolvimento de toda a região”, garantiu.
Durante o Seminário, o consultor do Sebrae Paraíba, Arnaldo Júnior, apresentou aos participantes estratégias para fomentar as potencialidades econômicas da região e fortalecer a gestão territorial e destacou o turismo e a agricultura da região como principais pontos de exploração.
Na ocasião, foi formado um grupo de trabalho com representantes de vários municípios para a estruturação da Rede de Cooperação entre as cidades. O lançamento do plano está previsto para julho deste ano.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

ODE: Ricardo abre ciclo 2017 a partir desta sexta-feira em Cajazeiras

O governador Ricardo Coutinho inicia, nesta sexta-feira (7), na cidade de Cajazeiras (9ª Região Geoadministrativa), o ciclo de audiências públicas regionais do Orçamento Democrático Estadual (ODE). A primeira audiência será realizada a partir das 19h, no ginásio da Escola Dom Moisés, localizada no Centro da cidade de Cajazeiras, seguindo no sábado (8), na cidade de Pombal (13ª Região), na segunda-feira (10), em Itaporanga, e na terça-feira (11), na cidade de Princesa Isabel (11ª Região). O ODE também realizará, por meio das audiências, o ciclo de eleições para novos conselheiros (biênio 2017/2019).
A audiência de Pombal será realizada a partir das 16h, no ginásio da Escola Arruda Câmara; a de Itaporanga, a partir das 19h, no ginásio “O Madrugão”; e a de Princesa Isabel, também acontece às 19h, no ginásio da Escola Municipal Alcides Carneiro.
As primeiras audiências deste ciclo envolvem a participação de mais de 50 municípios que integram as quatro regiões, e incentiva a população dialogar diretamente com o governador Ricardo Coutinho e toda a equipe de governo. Em cada audiência, a população poderá eleger até três obras, ações e/ou serviços para a região de interesse e ainda sugerir, reclamar e/ou elogiar sobre os serviços prestados pelo governo em cada localidade. Também poderá eleger o conselheiro que passará a representar aquela região durante os dois próximos anos de mandado voluntário.
O secretário executivo do Orçamento Democrático, Gilvanildo Pereira, informa que as eleições para os conselheiros do Orçamento Democrático se darão, exclusivamente, de forma eletrônica e é preciso que as comunidades fiquem atentas para o processo de inscrição. “A cada ano, sentimos a necessidade de inserir outras tecnologias nas audiências do ODE e este ano estamos inovando com o processo das eleições para os conselheiros que serão exclusivamente eletrônicas. Então, o candidato a conselheiro deverá acessar a página do ODE, no site do governo, e o processo de votação se dará no dia da plenária de cada região”, esclareceu Gilvanildo. O link para inscrição já está disponível através no endereço www.paraiba.pb.gov.br/odestadual.
Gilvanildo informa ainda que as indicações das obras para cada região também serão feitas de forma eletrônica, por meio de sistema de tablets e totens inovando o formato de interação com a sociedade e assim, dando celeridade ao processo de análise daquelas obras mais demandadas e eleitas pela região. “Com a informatização do credenciamento nas audiências, o processo de apuração das três obras eleitas pela população nas plenárias, se tornou mais rápido, facilitando assim o resultado da plenária”, complementou o secretário.
As audiências públicas do Orçamento Democrático Estadual têm o objetivo de reunir as populações das regiões para dialogar sobre as prioridades de investimentos do Governo do Estado. É a forma democrática de discutir os gastos públicos diretamente com a população e de prestar contas daquilo que foi e vem sendo investido nas regiões.
Saiba mais – Municípios que integram a região de Cajazeiras: Bernardino Batista, Bom Jesus, Bonito de Santa Fé, Cachoeira dos índios, Carrapateira, Joca Claudino, Monte Horebe, Poço Dantas, Poço de José de Moura, Santa Helena, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Triunfo, Uiraúna, além da própria cidade sede Cajazeiras.
Itaporanga: Aguiar, Boa Ventura, Conceição, Coremas, Curral Velho, Diamante, Ibiara, Igaracy, Itaporanga, Nova Olinda, Olho D´água, Pedra Branca, Piancó, Santa Inês, Santana de Mangueira, Santana dos Garrotes, São José de Caiana e Serra Grande.
Pombal: Cajazeirinhas, Condado, Lagoa, Paulista, Pombal, São Bentinho, São Domingos de Pombal e Vista Serrana.
Princesa Isabel: Água Branca, Imaculada, Juru, Manaíra, Princesa Isabel, São José de Princesa e Tavares.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Governo do Estado começa distribuição de repelentes para gestantes do Bolsa Família

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), começou a distribuição de repelentes para os municípios. Até o momento, a Paraíba recebeu do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) dois lotes de repelentes para atender as grávidas na prevenção das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti – dengue, zika e chikungunya. Nesta primeira etapa, cada lote conta com 31.380 repelentes. Até o final do ano, a Paraíba vai receber 502.050 frascos.
Seguindo orientações do MDSA, a SES envia os lotes de repelentes às unidades regionais de saúde e cada município fica responsável pelo planejamento e execução da ação de distribuição dos frascos, sendo que cada gestante beneficiária do Bolsa Família terá direito a dois vidros do produto. “Fizemos a distribuição dos frascos para as doze Gerências Regionais de Saúde da Paraíba. A nossa logística de distribuição será através das GRS, com exceção dos municípios de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Campina Grande, que devem retirar os frascos do repelente diretamente no Almoxarifado Central do Estado, pois devido ao grande volume de repelentes a gente não teria como armazenar essa quantidade nas gerências de saúde”, explicou a secretária de Saúde do Estado, Claudia Veras.
De acordo com especificação do Ministério da Saúde, o produto a ser distribuído está acondicionado em frascos do tipo spray de 200 ml e deve ser aplicado duas vezes ao dia, com intervalo de 10 horas, que é o tempo de proteção após a aplicação. A SES recomenda que o repelente seja usado exclusivamente por grávidas, e não por toda a família. O repelente protege contra os mosquitos Aedes aegypti, Culex (pernilongo) e o Anopheles aquasalis que é o mosquito hospedeiro de transmissor da malária. A data e local de distribuição dos repelentes ficam a critério dos municípios.
Prevenção – Os repelentes são eficazes para reforçar a proteção contra o mosquito Aedes aegypti, o que é especialmente importante para mulheres durante a gravidez, já que, além da dengue e da chikungunya, o mosquito também transmite o vírus zika que pode causar microcefalia nos bebês.
É importante que as gestantes adotem também outras medidas que possam evitar o contato com o Aedes, como manter portas e janelas fechadas ou com telas protetoras e usar calça e camisa de manga comprida.
Outra ação importante para o combate ao mosquito é a eliminação de recipientes que acumulem água parada. Locais como pratos com vasos de planta, lixeiras, baldes, ralos, calhas, garrafas, pneus e até brinquedos podem ser usados pelas larvas do mosquito para se proliferarem.