quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Mais de 36 mil clientes da classe rural podem perder benefício na tarifa de energia elétrica, na PB

Mais de 36 mil clientes rurais de 71 cidades paraibanas têm até o dia 31 de outubro para garantirem o benefício de até 90% de desconto na tarifa de energia elétrica. A meta estabelecida para 2019 foi de atualizar os cadastros de 53 mil unidades consumidoras, mas até o momento pouco mais 15 mil clientes fizeram o processo, ou seja, apenas 31,77%.

A ação começou em junho e é uma iniciativa do Governo Federal e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O objetivo é garantir a manutenção de até 90% de desconto na tarifa de energia elétrica para as unidades consumidoras que exercem atividade agrícola e rural, ligados à irrigação e aquicultura.

 Para atualizar o cadastro e manter o benefício, o consumidor rural precisa comparecer a uma agência de atendimento da Energisa com alguns documentos que podem ser conferidos no site ou pelo telefone 0800 083 0196.

Os clientes dos 71 municípios estabelecidos para cadastro neste ano estão sendo convocados por meio de cartas. Todos os municípios da região da Serra do Teixeira estão na lista  para o recadastramento rural

Ministério recua e descarta congelamento do salário mínimo

O Ministério da Economia informou nesta quinta-feira (19) que vai manter o poder de compra do salário mínimo no país. Com isso, fica descartada a ideia de congelar o valor do piso salarial em situações de aperto fiscal.
A declaração representa um recuo em relação a uma medida avaliada pela pasta. O ministério estudava retirar da Constituição a obrigatoriedade de que o valor seja corrigido pela variação da inflação.
A medida seria incluída em uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que altera regras fiscais e está em tramitação no Congresso.
De autoria do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ), o texto traz gatilhos que seriam acionados em situações de risco de descumprimento de regras fiscais. A versão original da matéria não prevê o congelamento do salário mínimo, mas o governo articulava a inclusão desse novo gatilho no texto.
A regra que viabilizava reajuste do salário mínimo acima da inflação deixou de valer neste ano. A nova mudança iria além, permitindo o congelamento do valor, sem reposição da inflação.
A Constituição define que o salário mínimo deve ter reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo.
Com a medida que era estudada pelo governo, o congelamento seria permitido para ajudar no ajuste fiscal por um período. Uma das hipóteses era que o valor ficasse travado por dois anos.
Como o governo tem gastos atrelados ao salário mínimo, como as aposentadorias, a medida traria alívio ao Orçamento. Hoje, para cada real de reajuste do piso salarial do país, a União amplia suas despesas em R$ 300 milhões.
Para o ano que vem, o governo prevê que o reajuste levará o mínimo de R$ 998 para R$ 1.039. O aumento leva em conta apenas a inflação.

Terra

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Postos com preços abusivos por crise do petróleo podem ser penalizados


Postos de combustíveis que adotarem práticas abusivas de preço na esteira da crise do petróleo podem ser penalizados, afirmou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em nota. Diante da crise na commodity após o ataque à Saudi Aramco, na Arábia Saudita, consumidores relataram à imprensa que alguns postos já estavam elevando os preços em diversas capitais do país.

A prática seguiria na contramão da decisão da Petrobras de não elevar o preço dos combustíveis nas suas refinarias.

Em nota, a ANP disse que faz uma pesquisa semanal de preços e fiscalizações no mercado de combustíveis. "Identificando distorções, como preços abusivos ou indícios de cartel, (a ANP) faz estudos de concentração econômica e também ações de campo para constatar se os preços são, de fato, abusivos", afirmou.

Ainda segundo a agência, os consumidores devem denunciar a alta dos preços no Procon e demais órgãos de defesa do consumidor. Caso se constate indícios de concentração econômica, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) tem a atribuição legal de investigar e punir esse tipo de irregularidade, para abertura de processo. "Diante de preços abusivos, a ANP atua em conjunto com os Procons para penalizar os infratores".


Por Sabrina Barbosa com Diário do Nordeste

Bolsonaro sanciona lei que penaliza agressor de mulheres e obriga custeio do tratamento de saúde da vítima



O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta terça-feira (17), o Projeto de Lei 2.438/19 que prevê a responsabilidade do agressor de mulheres a ressarcir os custos dos serviços de saúde prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em situações relacionadas às vítimas de violência doméstica e familiar. 

Segundo o texto aprovado, o agressor que, por ação ou omissão, causar lesão, violência física, sexual ou psicológica e dano moral ou patrimonial à mulher será obrigado a custear todos os danos causados, inclusive os custos dos serviços de saúde prestados pelo SUS para o total tratamento das vítimas. 

"Ademais, por meio desta medida busca-se reforçar a legislação e as políticas públicas que visam coibir a violência contra as mulheres e, consequentemente, garantir a proteção à família", disse, em nota, o Palácio do Planalto. Não há detalhes de como o ressarcimento será feito. A medida entrará em vigor em 45 dias.

Agência Brasil

Após seis dias de paralisação, trabalhadores dos Correios da Paraíba voltam às atividades a partir desta quarta


Após assembleia realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Correios e Telégrafos da Paraíba (Sintect),  os trabalhadores dos Correios da Paraíba decidiram retornar às atividades nesta quarta-feira (18) em todo o estado.  A greve que teria iniciado no dia 11 de setembro, foi suspensa e aguarda nova negociação com o Tribunal Superior do Trabalho (TST) que deve julgar as reivindicações da categoria até o final de setembro.
O presidente do sindicato dos trabalhadores dos Correios na PB, Tony Sérgio destacou que  durante os seis dias em  que durou a paralisação,  70% do efetivo foi mantido e hoje retomam suas funções com o intuito de colocar em dia as encomendas que estão atrasadas.
Tony não descartou a possibilidade de uma nova paralisação em caso de as negociações não avançarem com a empresa e pontuou que a categoria vai continuar lutando pela reposição salarial de acordo com a inflação.
Por Sabrina Barbosa

Preço da CNH vai baixar em João Pessoa e Procon garante que motoristas não devem pagar por algo que não é consumido


A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de João Pessoa (Procon-JP)  esteve em reunião na tarde desta terça-feira (17) com a Associação das Empresas Credenciadas para Formação de Condutores no Estado da Paraíba e afirmou que as autoescolas da Capital vão reduzir o preço cobrado do curso que garante a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Após a aprovação da lei que garante o fim da obrigatoriedade do simulador, muitos motoristas em busca de garantir o documento com um preço mais baixo, procuraram o Procon para alertar que empresas de Formação de Condutores não estavam ajustando os valores.

Algumas autoescolas alegaram prejuízos com o fim do simulador porque não terão retorno com a compra do equipamento que em média custou R$ 36 mil, e agora sem o uso se tornará algo sem função e sem lucro.

Na reunião, a presidente da Associação das Empresas Credenciadas para Formação de Condutores no Estado da Paraíba, Sarah Carvalho, disse que  já ficou acordado com as empresas filiadas que a redução da CNH deve existir.

O secretário do Procon, Helton Renê, destacou que sem a oferta do serviço é necessário  que as autoescolas reduzam o preço final porque não se deve pagar por algo que não é consumido.


Por Sabrina Barbosa

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

“Direitos Humanos vai tratar vítimas de crimes, corrupção e água no governo Bolsonaro”, garante o secretário Sérgio Queiroz







A Secretaria de Proteção Global (SPG) é um órgão que cuida de diversas pautas importantes para o Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos, da ministra Damares Alves. O paraibano Sergio Queiroz, ex-procurador da Fazenda Nacional com 25 anos de experiência no serviço público, é quem comanda a SPG e tem a responsabilidade de cuidar desses temas sensíveis ao ministério – tais como o acolhimento de imigrantes venezuelanos, a proteção de testemunhas de crimes, a defesa da liberdade religiosa e de expressão e o combate à tortura.

Em entrevista exclusiva à Gazeta do Povo, Queiroz afirma ser necessário um "reequilíbrio no discurso sobre direitos humanos". Nos últimos anos, segundo ele, houve um foco muito grande em pautas encampadas por militâncias na esfera pública, e os direitos humanos mais elementares, como o acesso à água e ao saneamento básico, foram deixados de lado.

Outras preocupações da nova gestão são a mudança na visão de que direitos humanos são só para bandidos (buscando formas de proteger as vítimas de crimes) e a abordagem da corrupção sob a ótica dos direitos humanos – ou seja, como ela afeta os direitos básicos dos cidadãos.

Queiroz acredita que sua visão de mundo cristã – ele é evangélico, membro da Igreja Batista – não atrapalha, mas sim favorece uma preocupação legítima com os direitos humanos.

Ele cita o exemplo de Martin Luther King e Madre Teresa de Calcutá, cristãos que lutaram pelos direitos humanos, e lembra o legado histórico deixado pelo cristianismo para a reflexão sobre os direitos humanos.

"Algumas correntes tentam calar a expressão pública da fé dos gestores como se, por serem gestores, não pudessem ter uma expressão pública da fé. Isso sim é uma afronta à Declaração [Universal] dos Direitos Humanos", afirma.

Por Sabrina Barbosa com Gazeta do Povo

Novas regras para tirar CNH começam a valer nesta segunda, mas documento não deve ter redução nos custos


As novas regras para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) começam a valer nesta segunda-feira (16). A decisão foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) em 17 de junho deste ano. 

As principais mudanças são o uso facultativo do simulador nas aulas de direção e a obrigatoriedade de apenas uma hora noturna de aula prática.
Os candidatos a condutores da categoria B, usada para direção de carros de passeio, que tiverem interesse em realizar as aulas em simulador têm direito a, no máximo, cinco horas de prática. 

Para a obtenção de ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor), serão necessárias cinco horas/aula, das quais pelo menos uma deve ser noturna.

Os candidatos a condutores da categoria B, usada para direção de carros de passeio, que tiverem interesse em realizar as aulas em simulador têm direito a, no máximo, cinco horas de prática. 

Para a obtenção de ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor), serão necessárias cinco horas/aula, das quais pelo menos uma deve ser noturna.

CNH não deve ficar mais barata com novas regras, dizem especialistas

As novas regras para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) poderiam levar a uma redução de R$ 300 nos custos para obter o documento, segundo o governo federal, em razão da diminuição de aulas obrigatórias de 25 para 20. No entanto, especialistas em legislação de trânsito e no mercado de autoescolas avaliam que o preço não deverá mudar de forma significativa e que as empresas deverão incorporar essa redução aumentando o valor de outros serviços, como as aulas teóricas.

Por Sabrina Barbosa com R7

Oposição em Princesa Isabel busca parcerias e defende o incentivo ao turismo no espaço rural

Sidney Filho em visita à zona rural/ foto divulgação

O Líder da oposição, Sidney Filho (PSDB) anunciou que vai continuar buscando parcerias com setores da educação para o desenvolvimento turístico de Princesa Isabel. Sidney  destacou a importância de incentivar cada vez mais o turismo rural no município.

 Na busca de tornar a cidade uma referência no turismo rural, Sidney Filho esteve mais uma vez se reunindo com a direção do IFPB Campus Princesa e alguns professores para compartilhar idéias e planejamentos para executar projetos que possam movimentar a economia da cidade em especial da zona rural.

 O diretor do IFPB Campus Princesa Isabel, Vinicius Batista, comentou sobre as potencialidades da cidade, destacando como exemplo,  o curso de extensão que foi realizado pela instituição e que formou Agentes Culturais de Turismo, com 10 alunos certificados que estão aptos a trabalhar o turismo rural nas comunidades.

“A educação em parceria com o turismo podem modificar a realidade econômica e cultural da cidade”, disse Sidney filho destacando que  “é importante retirar de Princesa Isabel a realidade do empreguismo público e fazer com que as pessoas empreendam  e tornem –se  independentes e com possibilidades de mais crescimento lucrativo”.

Talhado - Cachoeira de Minas 
Através do turismo, Princesa Isabel tem meios para se desenvolver e garantir lucratividades com visitas aos cenários exóticos e de natureza exuberante existente no meio rural, a exemplo da comunidade Cachoeira de Minas, que possui  belas cachoeiras, inscrições rupestres, trilhas, rapel  e o turismo religioso com festas tradicionais no mês de janeiro.
 Além da Comunidade Cachoeira de Minas,  uma outra comunidade Lagoa de São João, recepciona um cenário turístico com a tradicional Festa da Mandioca mas que necessita de investimentos para que o destaque turístico seja durante todo o ano e não somente em uma época específica.

Sidney Filho destacou que vai continuar lutando pela valorização da zona rural de Princesa Isabel, para que públicos de diversas regiões visitem as belas paisagens do sertão, ainda pouco exploradas.

“ A capacidade de empreender em nossa cidade é gigantesca e as pessoas precisam de incentivo para deixarem de ser dependentes do emprego público e começarem a mudar de vida com seu próprio negócio. O turismo rural que queremos implantar em parceria com o IFPB é a certeza de que os princesenses podem ter um futuro de mais oportunidades”, pontuou.


Por Sabrina Barbosa

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Agências da Caixa estendem horário de atendimento amanhã e abrem no sábado para liberação de saques de R$ 500 reais do FGTS


As agências da Caixa Econômica Federal vão abrir no próximo sábado, das 9h às 15h, para liberação do saque de até R$ 500 em contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A Caixa também vai trabalhar com horário estendido por duas horas, amanhã (13), início do saque, e nas próximas segunda (16) e terça-feiras (17).

Assim, as agências, que normalmente abrem às 11h, vão iniciar o atendimento às 9h. Aquelas que abrem às 10h, iniciarão os trabalhos às 8h e as que abrem às 9h, atenderão a partir das 8h e terão uma hora a mais ao final do expediente. No caso de agências que abrem às 8h, serão duas horas a mais ao final do horário de atendimento.

“Vamos avaliar o movimento desses dias para ver se teremos que abrir mais calendários especiais nas semanas seguintes”, disse o vice-presidente de Distribuição, Atendimento e Negócios da Caixa, Valter Nunes. Ele participou hoje (12) de transmissão no Facebook, juntamente com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e o vice-presidente de FGTS da Caixa, Paulo Angelo, para tirar dúvidas sobre o saque imediato.

Depósito automático

A Caixa inicia amanhã (13) o pagamento dos recursos. O banco fará o depósito automático para quem tem conta poupança no banco, seguindo calendário de mês de nascimento.

Quem nasceu em janeiro, fevereiro, março e abril recebe primeiro. Os próximos a ter acesso ao saque são os nascidos em maio, junho, julho e agosto, no dia 27 deste mês. Em seguida, no dia 9 de outubro, será a vez os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.

Os clientes da Caixa que têm conta corrente podem fazer o pedido de crédito em conta por meio dos canais de atendimento.

Para aqueles que não têm conta poupança na Caixa, aberta até o dia 24 de julho de 2019, ou conta-corrente, o calendário começa no dia 18 de outubro, para os nascidos em janeiro, e vai até 6 de março de 2020, para os nascidos em dezembro.

Agência Brasil


Torneio de MMA será realizado em João Pessoa neste sábado; luta vai reunir competidores de cinco estados na Vila Olímpica Parahyba


Com a participação de lutadores e lutadoras da Paraíba, Bahia, Rio Grande do Norte, Sergipe e Pernambuco, o Paraíba Fight, torneio de MMA vai reunir 20 competidores no total.
As lutas serão disputadas a partir das 19h, na Vila Olímpica Parahyba. De acordo com a organização, os ingressos para o evento custam R$ 20 (arquibancada) e R$ 35 (cadeiras), e estão à venda no Manaçaí, do Bairro dos Estados, e no Fulano Bar, no Bessa.
De acordo com a produção do evento, a competição deve contar com quatro categorias masculinas e uma feminina. Na masculina, os competidores vão medir forças nas séries até 61kg, 66kg, 70kg e 77kg. Na feminina, as lutadoras devem ter até 52kg.
A pesagem e último contato dos competidores vai acontecer na sexta-feira, também às 19h, no Busto de Tamandaré.


Por Sabrina Barbosa com Globo Esporte

Três casos de sarampo foram confirmados em João Pessoa e saúde reforça prevenção à doença



A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa confirmou, nesta quinta-feira (12), três casos de sarampo na Capital, mas reforça que está sendo realizado um trabalho permanente de vigilância de todos os casos suspeitos e prevenção da população por meio da vacinação contra a doença.

Segundo a Vigilância Epidemiológica da SMS, nos três casos, os primeiros sintomas apareceram na primeira quinzena do mês de agosto e todos os procedimentos necessários foram realizados. “Já estávamos num trabalho de investigação desses casos e, em todos eles, foi realizada a coleta de material biológico e o bloqueio vacinal das pessoas com as quais eles tiveram contato”, explicou Daniel Batista, gerente de Vigilância Epidemiológica.

 Neste ano, até esta quinta-feira (12), foram notificados 35 casos de sarampo, sendo três confirmados, nove descartados e 23 continuam em investigação. As três pessoas com casos confirmados são adultas com idades entre 20 e 40 anos. Já no ano passado, foram notificados 23 casos e nenhum deles foi confirmado.

 De acordo com o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, a estratégia de combate a doenças exantemáticas, como o sarampo, é constante na rede municipal. Portanto, monitoramento e vigilância da doença permanecerão intensos para proteger a população da Capital.

 “Diante do cenário nacional, com casos de sarampo identificados em estados do Centro-Sul e do Nordeste, reunimos todas as unidades de pronto atendimento, hospitais públicos e privados para elaborar um instrumento de monitoramento de casos suspeitos, realizamos um reforço nos serviços de atenção básica sobre atualização do cartão de vacina de adultos e crianças, além de qualificação dos profissionais para realização do bloqueio vacinal e coleta de material biológico”, afirmou o secretário.

Vacina - A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) oferta a vacina tríplice viral, que protege crianças e adultos contra o sarampo, caxumba e rubéola, nas Salas de Vacinação distribuídas nas Unidades de Saúde da Família (USF), nas policlínicas municipais e no Centro Municipal de Imunização. Devem tomar a vacina crianças de seis meses de vida até adultos de 49 anos de idade.

As crianças de seis meses devem tomar a chamada ‘dose zero’. A vacina deve ser ministrada em duas doses a partir de um ano de idade até 29 anos, 11 meses e 29 dias de vida do cidadão, respeitando o intervalo das doses do calendário vacinal. Caso a pessoa comprove as duas doses, não é necessário tomar nenhuma a mais, já sendo considerada imunizada.

Já para adultos com idade de 30 a 49 anos, 11 meses e 29 dias, basta uma dose da vacina para que seja considerado imunizado. Os profissionais da área de saúde, independentemente da idade, devem tomar duas doses para que seja imunizado. Caso comprove que tomou as duas doses, não é necessária nenhuma outra.

Sarampo - Os sintomas iniciais de sarampo são febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal-estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca.

A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.


Assessoria

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

TCE-PB reprova contas do prefeito de Juru, Luiz Galvão



O Pleno do Tribunal de Contas do Estado, reunido na manhã desta quarta-feira (11), sob a presidência do conselheiro Arnóbio Alves Viana, reprovou as prestações de contas municipais de Juru e Santana de Mangueira de 2016, e Pitimbú do exercício de 2014.

Conforme o relatório, parecer do MPC e decisão do Pleno sobre as contas de Juru, destacaram-se entre as irregularidades que ensejaram a reprovação, os gastos excessivos e não comprovados com combustíveis na ordem de R$ 651 mil, mais multa, valores que devem ser imputados ao gestor, Luiz Galvão da Silva.

No caso de Santana de Mangueira, as eivas resumiram-se a insuficiência financeira e falta de pagamento dos recursos obrigatórios da Previdência. Ainda cabem recursos.

Por Sabrina Barbosa com ASCOM/TCE-PB

Instagram ganha função para mostrar quem está afim de você



O Facebook Dating – ferramenta de relacionamentos da rede social – passou a ter uma interação com o Instagram.
Agora, as duas redes sociais poderão ser interligadas e o usuário conseguirá demonstrar interesse pelos seguidores do Instagram por meio da função “Crush Secreto” do Dating.

Também será possível adicionar publicações do Instagram no perfil do Dating e, até o final do ano, compartilhar stories no aplicativo de relacionamento.

O Facebook Dating foi lançado no Brasil em abril para concorrer com o Tinder, o app de relacionamento mais popular.

O diferencial da plataforma do Facebook é reunir desconhecidos que tenham interesses em comum na rede social. Além disso, dá para incluir na lista de possíveis pretendentes pessoas com quem tenha amigos em comum na rede social.

A função Crush Secreto permite que o usuário liste até nove pessoas em quem tem interesse no Facebook. Caso algum dos interesses seja mútuo, o Dating notifica as duas pessoas. Na nova interação com o Instagram, seguidores da rede social poderão ser incluídos na lista.

É só selecionar a opção “seguidor do Instagram” quando estiver editando a lista de crushes.

De acordo com o Facebook, as mudanças vieram para ajudar os usuários. “Com esse formato, queremos ajudar as pessoas a se expressar de diferentes formas, em vez de apenas a partir de um perfil estático. A funcionalidade permitirá mostrar o lado mais autêntico da cada um, além de ajudar a conhecer alguém melhor”.

Revista Cláudia

Projeto de combate ao desperdício de energia vai atender região metropolitana de João Pessoa até o final de setembro


João Pessoa, Bayeux e Santa Rita serão os municípios contemplados pelo Projeto Nossa Energia até o final deste mês. A iniciativa promovida pela Energisa e que faz parte do Programa de Eficiência Energética da Aneel, funciona com caminhões percorrendo todo o estado levando ações que beneficiam a população paraibana desde 2007. O objetivo principal do Nossa Energia é incentivar melhores práticas de consumo nas residências, combatendo o desperdício de energia elétrica por meio de palestras educativas.
 
Agora em setembro, além das palestras de conscientização, o projeto trocará lâmpadas de consumidores de todos os bairros por onde passará. Em João Pessoa, moradores do Conjunto Nova República, do bairro Cristo Redentor, dos Funcionários II, de Gramame e do Engenho Velho poderão trocar lâmpadas antigas por novas e eficientes. A troca também valerá para clientes da Energisa localizados no Alto da Boa Vista, em Bayeux, e do Heitel Santiago e Alto dos Populares, em Santa Rita.
 
A troca de lâmpadas funciona da seguinte forma: cada unidade consumidora pode substituir até quatro lâmpadas incandescentes ou fluorescentes, mediante comprovação de residência em comunidade de baixo poder aquisitivo. Para ter direito ao benefício é preciso levar as lâmpadas que serão trocadas e a identidade, o CPF e última conta de energia paga – todos os documentos originais.
 
Nos bairros de Gramame e Cristo Redentor, em João Pessoa, e no Alto dos Populares e Heitel Santiago, em Santa Rita, a população poderá ainda ter acesso à informação e esclarecer dúvidas sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Ela oferece descontos que vão de 10% a 65%, beneficiando unidades com consumo elétrico de até 220 kWh. Além dos clientes inscritos no CadÚnico, também têm direito ao benefício famílias que tenham portador de doença ou deficiência em tratamento contínuo com utilização de aparelhos que consumam energia e renda de até três salários mínimos ou famílias que possuam um membro favorecido pelo Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social (BPC).
 
No último levantamento feito pela Energisa, no mês passado, constatou-se que mais de 197 mil unidades consumidoras estavam dentro do perfil para serem beneficiadas, mas não eram cadastradas na TSEE.
 
Por fim, a programação do Nossa Energia contemplará os residentes dos bairros de Gramame e Engenho Velho, na capital, com sessões de cinema ao ar livre. A ação é resultado de uma parceria com a Secretaria de Cultura do Estado, que cede os filmes nacionais exibidos em praças públicas pelo projeto.


Por Sabrina Barbosa com Assessoria

11 de setembro: 18 anos dos atentados nos EUA




Em 11 de setembro de 2001, terroristas da Al-Qaeda, comandada por Osama bin Laden, lançaram dois aviões contra os dois prédios do World Trade Center, as Torres Gêmeas, em Manhattan, no coração de Nova York. O evento mudou os rumos da história, lançando os Estados Unidos em uma guerra contra o terror que dura até hoje.

As consequências do atentado cometido há 18 anos não são apenas geopolíticas. Além dos cerca de 3 mil mortos e mais de 6 mil feridos no desabamento do World Trade Center, milhares de pessoas desenvolveram câncer e outros males graves, sobretudo de pulmão, ligados à nuvem tóxica que planou durante semanas sobre o sul da ilha.

Os envolvidos no ataque ainda não foram julgados. O julgamento dos cinco homens acusados de planejar os ataques de 11 de setembro de 2001, incluindo o autoproclamado cérebro do atentado Khalid Sheikh Mohammed, está marcado para janeiro de 2021 na base militar americana em Guantánamo, informou o jornal The New York Times em sua edição de sexta-feira passada, dia 6.


Funcionários dos Correios entram em greve no país por tempo indeterminado


Os funcionários dos Correios estão em greve por tempo indeterminado a partir de hoje. Sindicatos que representam a categoria optaram pela paralisação, após assembleias realizadas pelo país, na noite deste terça-feira (10).
Todos os serviços serão afetados na Paraíba. Os trabalhadores protestam contra a proposta de reajuste salarial oferecida pela empresa, de 0,8% – menor que os 3,1% da inflação acumulada em 12 meses pelo Índice de Preços ao Consumidor (INPC).
De acordo com a publicação, os trabalhadores e a estatal negociam, desde julho, um novo acordo coletivo para a categoria. As tratativas foram feitas com mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Entretanto, a empresa não aceitou os termos indicados.
O acordo coletivo, que deveria ser vigente até o início de agosto, chegou a ser prorrogado até o dia 31 daquele mês, com o comprometimento da categoria em não deflagrar a greve. No entanto, não houve uma solução. Os Correios não quiseram prolongar por mais um mês o acordo, como propôs a Justiça do Trabalho, e, com isso, os trabalhadores voltaram a se organizar para uma paralisação.

Por Sabrina Barbosa

Qual a relação entre suicídio e redes sociais?


O aumento dos casos de suicídio entre jovens brasileiros é preocupante. Desde 2014, a incidência entre jovens de 12 a 25 anos no Brasil teve um aumento de aproximadamente 40%. No País, o suicídio ocupa a quarta posição na lista das maiores causas de morte entre homens e mulheres de 15 a 29 anos. 

No Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, lembrado em todo o mundo nesta terça-feira, 10 de setembro, a professora de Psicologia da Unifacisa, Renata Oliveira, alerta para um fator que reforça o crescimento dos casos de suicídio: as redes sociais.
“O uso das redes sociais amplificou uma forma de funcionamento que já existia, mas ainda sem consequências tão chocantes: a sociedade do espetáculo e o viver de aparências. No entanto, a exacerbação desses fenômenos no âmbito das redes sociais se tornou praticamente um sintoma de incontáveis pessoas que vivem em função de curtidas e seguidores. Somando-se a isso, temos: a falta de tolerância à diferença, à frustração e ao fracasso; e a falta de sentido, pois nos acostumamos a querer tudo pronto e para ontem. O resultado é o aumento dos transtornos psicológicos e, consequentemente, dos suicídios”, explica a especialista.

Além da busca pela imagem perfeita e a comparação excessiva, as relações interpessoais sofreram modificações com as plataformas digitais, segundo Renata. “A virtualidade restringe a possibilidade de respostas reais, sem filtro, e reforça a superficialidade nas relações, tornando-as sem sentido, vazias e descartáveis. Também passamos por um momento em que valores como solidariedade e cooperação se tornam cada vez mais esquecidos”, diz.

E como identificar e lidar com um possível comportamento suicida em um amigo, parente ou colega de trabalho? Renata fala sobre os sinais e a melhor forma de agir nestes casos. “Os sinais incluem: apatia, isolamento social, humor deprimido, ideias mórbidas e negativas, desistência de projetos e expressões como ‘eu só queria sumir’, ‘não aguento mais essa vida’ e ‘preferia estar morto(a)’, que são sinais de alerta para o risco de tentativas de suicídio. O certo é fazer com a pessoa se sinta acolhida, ouvi-la, abraçá-la e providenciar ajuda profissional com psicólogos e psiquiatras”.

A professora destaca a importância do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio e também da campanha Setembro Amarelo, criada no Brasil em 2015 pelo Centro de Valorização à Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). “Essas iniciativas são de suma importância, já que o suicídio ainda é considerado um tabu no Brasil. Além disso, servem para tentarmos compreender o fenômeno do suicídio sem julgamentos morais e religiosos, pois trata-se de algo multideterminado e um problema de saúde pública”, completa Renata.


Por Sabrina Barbosa com Assessoria

Paraibana medalhista em saltos ornamentais se prepara para seletiva da Olimpíada


As últimas semanas foram intensas para Luana Lira, atleta da seleção brasileira de saltos ornamentais. Entre os dias 13 e 19 de julho, ela disputou o Mundial de esportes aquáticos, em Gwangju, na Coreia do Sul. E no mês passado, representou o país nos Jogos Pan-Americanos, em Lima, no Peru. Nas duas competições, Luana disputou as provas de trampolim de 1m, 3m e 3m sincronizado feminino. E chegou a duas finais, ambas no Pan: trampolim de 1m e 3m.

"O Mundial foi minha terceira vez competindo: 2015, 17 e 19. E nos Jogos Pan-Americanos foi a primeira vez. Fazendo uma análise dos dois, no Mundial eu fiz uma pontuação bem mais baixa no trampolim de 3m do que no Pan. Na Coreia, foram 220 pontos, e em Lima, 296, o que me mostrou uma evolução muito boa. Então, fiquei bastante feliz e satisfeita com o resultado. O que eu não consegui fazer no Mundial, consegui no Pan", disse.

"O objetivo é crescer aos poucos, a cada dia, até que chegue ao pódio. O próximo passo é seguir trabalhando forte para chegar bem à seletiva da Copa do Mundo, que é a seletiva para a Olimpíada", concluiu. 

Luana é natural de João Pessoa (PB), mas reside em Brasília desde o final de 2014. A jovem de 23 anos treina no Centro de Referência da Universidade de Brasília. 

Antes do Mundial e do Pan, Luana havia sido um dos destaque do Troféu Brasil, em março deste ano, representando seu clube: o Instituto Pró-Brasil. Ela conquistou uma medalha de ouro no trampolim de 1m, uma de ouro no de 3m sincronizado feminino e uma de bronze no de 3m.

Assessoria

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Explosão e fuga em massa no Presídio PB1 em JP completa 1 ano e vinte fugitivos ainda não foram recapturados

Portal Correio

Um ano após o ataque ao presídio PB1, em Jacarapé, em João Pessoa, que ocasionou a fuga de 92 presos do complexo penitenciário, 20 presos seguem foragidos, de acordo com o levantamento feito pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). De acordo com o secretário executivo, João Paulo Ferreira, até então, 72 fugitivos foram capturados.
Conforme dados disponíveis na plataforma Geopresídios do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o complexo penitenciário modelo de João Pessoa, presídios PB1 e PB2, atualmente tem 698 presos com uma capacidade de 640 presos.
Os dados são referentes ao mês de junho de 2019. Do total de 698, apenas 63 deles são provisórios.

A ação criminosa que resultou na fuga em massa foi para resgatar um preso, identificado como Romário Gomes Silveira, conhecido como Romarinho, acusado de comandar uma quadrilha especializada em assaltos a bancos. Romarinho que foi localizado em Fortaleza, no Ceará, e preso em junho de 2019.

Ainda de acordo com João Paulo Ferreira, as forças de segurança do estado seguem em busca dos demais fugitivos do PB1 que aproveitaram o resgate a Romarinho na época e escaparam do presídio.

G1