terça-feira, 18 de março de 2014

Paraíba tem 37 açudes com nível crítico e 18 em colapso, diz Aesa

Cerca de 30% dos açudes da Paraíba estão em situação crítica, com menos de 5% do seu volume, e 18 estão em colapso segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) neste domingo (9). São 37 reservatórios apontados com nível mínimo, de um total de 121 mananciais monitorados pelo órgão no estado.
Entre os reservatórios que estão em colapso, encontram os açudes da Glória, em Juru; Serrote, no município de Monteiro; e Sabonete e São Francisco II, em Teixeira.
Ainda no Sertão paraibano, estão com baixo volume os açudes de São Gonçalo (16,4%), em Sousa, e Engenheiro Ávidos (11,4%), em Cajazeiras. Completam a lista os açudes Capoeira (12,3%), em Santa Teresinha, e Lagoa do Arroz (13,4%), também em Cajazeiras.
O presidente da Aesa, João Vicente Machado, disse estar esperançoso em relação à recarga dos principais mananciais paraibanos. Apesar das chuvas recentes durante a semana, atingindo pelo menos 70 cidades paraibanas, apenas dois açudes estão sangrando. São os açudes Olho D’Água, no município de Mari, e açude Araçagi, na cidade de mesmo nome. Há outros 30 reservatórios sob observação, com volume abaixo de 20% do total, e 54 mananciais com capacidade armazenada superior a 20%.
FolhadaPB

Reações:

0 comentários: