terça-feira, 29 de abril de 2014

Governo de Flores não atende recomendações e desafia Ministério Público

Sem nenhum constrangimento, a gestão republicana em Flores, no sertão, não tem feito caso algum das recomendações expedidas pelo Ministério Público de Pernambuco. No ano passado, o MPPE definiu junto ao Governo de Flores um cronograma para realização de concurso público no município.
O Termo de Compromisso de Conduta foi assinado pela procuradoria jurídica do município e Secretaria de Administração, e prevê multa diária de R$ 1.000, 00 (Hum mil reais), caso haja descumprimento das datas estabelecidas pelo órgão.
Em 23 de fevereiro, a prefeitura deveria ter tornado conhecido à população, qual instituição realizaria o certame, o que não ocorreu. Segundo o TAC, a conclusão do concurso público dar-se-á até o dia 30 de junho de 2014, devendo haver, no mesmo prazo, a homologação e a nomeação dos aprovados, quando deverão ser afastados todos os servidores contratados temporariamente e substituídos por servidores efetivos concursados.
Além do concurso público, a prefeitura de Flores, ainda não implantou o portal da transparência no município, mantendo lacrada e intacta a caixa preta da gestão. Flores e Calumbi são os únicos município de Pajeú, que não atenderam a LAI – Lei de Acesso à informação.
Com JUNIOR CAMPOS

Reações:

0 comentários: