terça-feira, 8 de abril de 2014

Pré-candidatos ao governo da PB avaliam pesquisa do Ipespe


Os pré-candidatos ao governo do Estado comentaram ontem o resultado da pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) lidera a disputa. Na estimulada, ele seria votado por 43% dos entrevistados. Ele disse que recebe “os números com muita humildade mas também com alegria”.

O senador destacou o fato de não ter se lançado candidato, e que esses números mostram que a Paraíba lembra as muitas obras que foram feitas e a forma respeitosa com que ele sempre tratou as pessoas. O tucano destacou que “quem mais precisa sabe o que fizemos”. Ainda conforme Cássio, na democracia é muito importante ter alternativas de escolha e somente o povo pode se impor.
Na segunda colocação, aparece o governador Ricardo Coutinho (PSB), com 23% das intenções de voto, que afirmou, ontem, em Campina Grande, não se preocupar com a consulta eleitoral realizada nos municípios paraibanos.

“Eu não discuto pesquisa, eu discuto eleição. A minha história mostra isso. Se fosse pelas pesquisas eu não seria prefeito de João Pessoa, ganhando no primeiro turno, do deputado Ruy Carneiro, do PSDB. Eu também não seria governador do Estado, que até que depois que fecharam as urnas um instituto revelou que eu não tinha ganho as eleições e nós ganhamos. Eu não perco uma noite de sono por causa de pesquisa. Eu tenho certo feeling (percepção) do que o povo acha do meu governo. Gosto muito do que estou vendo”, frisou o governador Ricardo Coutinho.

Ainda de acordo com os números da pesquisa estimulada, o ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), surge com 11%. Ele não tem dúvidas de que sua pré-candidatura tende a crescer, nas próximas semanas, principalmente se for consolidado o apoio do PT à sua pré-candidatura ao governo do Estado.

A petista Nadja Palitot comemorou o percentual de 2% de intenções de voto na pesquisa estimulada.
“Eu achei muito bom meu índice até porque sou a mais desconhecida e tenho amplas chances de crescer.’ Frisou.

JPB


Reações:

1 comentários:

luisfiscal disse...

ja era de se esperar que o seu novo rival do atual governador e ex aliado politico estivesse em primeiro nas pesquisas com o mago em segundo lugar mas como falou o proprio governador ele não ira se preocupar com pesquisas pois a verdadeira pesquisa é so quando as urnas fecham e se toda pesquisa que saisse refletisse a verdade ele não teria sido prefeito de joão pessoa nem governador de nosso Estado quando as pesquisas diziam que o seu adversario iria ganhar ja no primeiro turno o que não aconteceu e quando foi no segundo turno a verdade veio a tona por isso que acho que esta politica de nosso Estado ira se decidir no segundo turno com a reeleição d enosso atual governador que este sim trabalha pelo povo e pra o Estado que governa, não menosprezando as obras de seu rival Cassio que tbm fez muito pelo nosso estado mas o mago esta fazendo muito mais por isso que acho que apesar de muitos estarem com raiva do mago por causa das suas atitudes rudes para com muitos funcionarios estaduais que estão sendo exonerados de seus cargos por causa de politica claro mas acho que no segundo turno o mago prevalecera quando o povo perceber que é muito melhor pra o nosso Estado deixar o mago continuar administrando pra o povo do que mudar de governador e correr o risco de se decepcionar por causa do perigo de cassio ganhar a politica e não poder assumir pro causa dos varios processos que ele tem, prova de que ele é ficha suja, diferente do mago que ate agora nimguem descobriu nenhum crime politico cometido pelo mesmo e tbm porque o mago este sim trabalha pelo povo e não pra politicos fora outro perigo iminente de cassio não continuar as obras que estão em andamento nesta gestão por isso que peço a todos os paraibanos que são livres e honestos como o mago ai vamos continuar tendo orgulho de nosso Estado reelegendo o nosso atual governador pra nosso Estado continuar crescendo, lembrem-se que em time que se esta ganhando não se mexe.
Luis Alberto