quarta-feira, 30 de julho de 2014

Bancários podem entrar em greve por tempo indeterminado caso Febraban não negocie reivindicações da categoria.

Os bancários da Paraíba poderão entrar em greve por tempo indeterminado, seguindo a paralisação nacional da categoria, caso a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) não negocie as reivindicações aprovadas durante reunião em São Paulo no último domingo.
Na próxima semana, representantes do Sindicato dos Bancários do Estado participarão de mais um encontro nacional para definir a data de entrega da pauta à Febraban e o calendário de negociações. Segundo o secretário geral do sindicato paraibano, Marcelo Alves, entre as principais reivindicações estão o reajuste de 12,5% e valorização do piso no valor do salário mínimo calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que foi de R$ 2.979,25 em junho.
Haverá reunião do comando nacional novamente na próxima semana, ainda sem data certa, quando vai ser definido o calendário de mobilização. Na última, participaram seis delegados da Paraíba. Ainda segundo Marcelo, uma paralisação nacional de duas horas já está definida. A data deve ser escolhida nos próximos dias.
ParlamentoPB

Reações:

0 comentários: