segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Corpo de Eduardo Campos é sepultado em cerimônia seguida por multidão estimada em 160 mil pessoas

O corpo do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos foi sepultado no começo da noite deste domingo (17) no Recife, após um velório que durou mais de 15 horas e foi seguido por uma multidão.
Após ser tocada a marcha fúnebre, a viúva Renata Campos e os filhos tocaram e beijaram o caixão, que foi colocado no túmulo sob aplausos e gritos de "Eduardo, guerreiro do povo brasileiro". Uma queima de fogos de artifício em homenagem ao ex-governador durou mais de 20 minutos.
O centro do Recife parou no fim da tarde para acompanhar o cortejo do corpo. Por volta das 16h30, após homenagem com artistas locais e visitação de milhares de pessoas, o caixão foi carregado por homens do Corpo de Bombeiros, que o levaram para o carro.
O governo do Estado não estimou o número de pessoas, mas policiais consultados pela reportagem falaram em 160 mil pessoas que participaram do velório, cortejo e enterro.O sepultamento estava previsto para as 17h, mas só aconteceu após as 18h30. Às 18h, o caixão entrou no cemitério.
Nas sacadas dos prédios da avenida Mário Melo, moradores seguravam bandeiras e acenavam para a passagem do cortejo. Em todos os locais eram vistas bandeiras de Pernambuco.

Reações:

0 comentários: