terça-feira, 19 de agosto de 2014

Ex prefeito de Juru é condenado pelo Meta 4 CNJ

O Mutirão da Improbidade Administrativa do Tribunal de Justiça da Paraíba já atingiu 37,7% da meta estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça. De fevereiro a agosto deste ano, foram julgados 459 processos dos 1.215.
O balanço foi divulgado no Fórum Afonso Campos, em Campina Grande, pelo juiz Aluízio Bezerra Filho, coordenador dos trabalhos da Meta 4 do CNJ. Na ocasião, também foi publicado o 7º lote de sentenças referente ao julgamento de ações de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública com mais 45 gestores condenados.
A lista das condenações inclui o ex-prefeito de Juru, no Sertão paraibano, Geraldo Luiz Leite. A pena aplicada pelo juiz Manuel Maria Antunes foi de três anos e nove meses de reclusão. O ex-gestor ainda ficará inelegível e proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais no período de cinco anos. Ficou comprovado contra Geraldo fraude em licitação e despesas fictícias de R$ 439 mil quando administrava Juru.
TJ

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

Ja pode postar no seu blog Geraldo Luiz, ou você só sabe postar da vida dos outros.. Estamos aguardando essa publição no blog JURU EM DESTAQUE.