segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Ricardo Coutinho e Lucélio reúnem multidão durante caminhada em Mangabeira

O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho’, e o candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT) reuniram mais de 3 mil pessoas na manhã deste sábado (02) em Mangabeira, maior bairro de João Pessoa, em uma grande caminhada.
Na companhia da militância da ‘Força do Trabalho’, Ricardo, Lucélio e os candidatos a deputado da coligação percorreram as avenidas Josefa Taveira e Comerciante Alfredo Ferreira da Rocha, apresentando as principais propostas para João Pessoa e para a Paraíba.
Depois de conseguir conversar com o governador e agradecer as melhorias feitas por ele nas estradas paraibanas, o caminhoneiro Manoel Cícero, o Neco, de 62 anos, disse que se alguém de sua categoria profissional não vota em Ricardo, é porque “não presta”.
“As estradas agora estão 100%! Eu sou de Junco do Seridó e ando de caminhão a minha vida inteira. Antes, o caminhão quebrava o tempo todo, e tínhamos que andar seis, sete quilômetros para comprar as peças para consertar. Hoje não, até a manutenção ficou mais barata”, disse. A dona de casa Maria das Neves Feire, 53 anos, esperava ansiosa por um abraço de Ricardo Coutinho em frente à sua casa. Ela disse que confia na vitória do candidato da ‘Força do Trabalho’, porque nenhum governador fez tanto por Mangabeira e pela Paraíba.
“É vitória certa! Ele é o melhor governador que a Paraíba já teve, não tem outro. É fácil achar obras de Ricardo que tenham beneficiado a vida da população. Aqui em Mangabeira, por exemplo, temos o Restaurante Popular e agora teremos um viaduto que vai facilitar o trânsito”, lembrou.
“Mangabeira tem muito a agradecer a Ricardo”, disse o comerciante José Alves. “Como prefeito, ele fez muito por nosso bairro e, agora como governador, está muito mais. Graças a Ricardo Mangabeira está ganhando um dos maiores shoppings da Paraíba. Graças a ele também, nosso bairro está sendo contemplado com o uma Escola Técnica Estadual”, acrescentou.
VITRINE DO CARIRI

Reações:

0 comentários: