quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Polícia expulsa militares condenados por crimes na Paraíba

Dois policiais militares foram expulsos de quadros da PM na Paraíba, segundo publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta-feira (3). As condutas classificadas como de "alto grau de reprovação social" e que ferem o "decoro da classe e o sentimento de dever" levaram à exclusão dos ex-cabos Lúcio Edísio de Negreiros Lima, condenado por chefiar uma quadrilha especializada em explodir bancos; e José Jorlânio Nunes de Lima,condenado por tentativa de assassinato e acusado de matar prostitutas e homossexuais no Sertão do estado, conforme a publicação no veículo oficial.
O ex-cabo Jorlânio, do 12º Batalhão da PM, foi preso em 2012. Ele é acusado de cometer cinco assassinatos na cidade de Patos entre os meses de agosto e dezembro de 2011. Por uma tentativa de homicídio, já foi condenado em júri popular a 10 anos de reclusão.
Já o ex-cabo Edísio, do 10º Batalhão da PM, foi condenado por "condutas merecedoras de alto grau de reprovação social", preso em flagrante em 2013 por comandar uma grupo especializado em explosões a bancos. Ele foi condenado a 9 anos e três meses de prisão, além de pagamento de 90 dias multa.
G1PB

Reações:

0 comentários: