terça-feira, 23 de setembro de 2014

TRE suspende mais uma pesquisa contratada pelo Sistema Correio

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) suspendeu, na noite desta segunda-feira (22), a última pesquisa contratada pelo Sistema Correio de Comunicação ao Instituto Souza Lopes, por indícios de ilegalidade. Essa é a sexta consulta realizada pela mesma empresa suspensa pela Justiça Eleitoral paraibana.
Em sua decisão, a juíza Niliane Meira Lima ainda estipulou uma multa no valor de R$ 50 mil em caso de descumprimento da decisão. Para o advogado Francisco Ferreira, que representou o candidato a deputado estadual Leandro Wagner (PPL) na ação, o Instituto Souza Lopes está contribuindo para manchar o nome da Paraíba, ao colocar o Estado no cenário nacional entre os que já teve mais pesquisas eleitorais anuladas por ilegalidade.
“Fica complicado entender como um instituto incorre em tantos erros. Parece que a empresa de pesquisa em questão não está se importando com a autoridade do Poder Judiciário nem com o valor das altas multas a ela aplicada. Fica a impressão que a única preocupação do instituto é divulgar números mentirosos, inventados sei lá por quem. É realmente lamentável”, ressaltou o advogado, lembrando que até agora já foram aplicadas ao Instituto Souza Lopes multas que somadas ultrapassam os R$ 200 mil.
ParlamentoPB

Reações:

0 comentários: