quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Após má conduta da PM de Patos, TRE deve enviar tropas para o segundo turno. Polícia agia em favor da reeleição de RC durante votação.

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba aprovou por unanimidade na tarde desta quarta-feira (15) a requisição de tropas federais para o município de Patos, no Sertão da Paraíba, durante o segundo turno das eleições, no dia 26 de outubro. A solicitação será encaminhada ao Tribunal Superior Eleitoral para avaliação daquela Corte. Caso seja deferido, as tropas devem se apresentar ao juiz eleitoral no Fórum de Patos dois dias antes das eleições.
O pedido de tropas federais foi feito pelo juiz da 28ª Zona Eleitoral, Ramonilson Alves Gomes, que alegou a passividade da Polícia Militar diante de crimes eleitorais ocorridos no primeiro turno das eleições, ressaltando a larga distribuição de gasolina em vários postos da cidade simultaneamente, sem que a polícia interviesse mesmo quando solicitada.
O juiz relatou ainda que a PM se portou com omissão em favor da coligação que tenta a reeleição de governador e com extremo rigor quando a denúncia de irregularidade era contra a coligação adversária. O presidente do TRE, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides ressaltou que também recebeu relatos de juízes sobre a omissão da Polícia Militar em outros municípios da região do Alto Sertão.

Reações:

0 comentários: