quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Candidatos avaliam debate da 98 FM e criticam ausência de Ricardo Coutinho

A 98 FM promoveu o último debate entre candidatos ao Governo da Paraíba na tarde desta quarta-feira (1º), no Sistema Correio de Comunicação. Apesar de ter sido convidado, Ricardo Coutinho (PSB) não compareceu e a assessoria de comunicação dele não informou o motivo da ausência. Antônio Radical (PSTU), Major Fábio (Pros), Tárcio Teixeira (Psol), Vital do Rêgo Filho (PMDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) avaliaram o confronto.
Para Antônio Radical (PSTU) o debate da 98 FM foi decisivo para os indecisos escolherem seu candidato. “É importante por ser exatamente o último debate para a gente poder dialogar com aqueles eleitores que ainda encontram-se indecisos, que ainda não escolheram seu candidato, que estavam esperando conhecer melhor as propostas”, disse Radical.
Cássio Cunha Lima (PSDB) criticou Ricardo Coutinho (PSB) por ter faltado ao debate. “Lamentar mais uma fuga do governador Ricardo Coutinho em desrespeito com o povo paraibano. No final da eleição ainda temos muitos eleitores indecisos e talvez ele fuja porque não consegue responder a denúncias que estão surgindo no governo dele. Apresentei propostas para o estado”, declarou.
Major Fábio (Pros) também lamentou a ausência do governador Ricardo Coutinho e destacou a importância deste que foi o último debate antes das eleições. “Muita gente assistiu, pois a Correio tem essa audiência espetacular em todo o estado e deu para passar para o povo a verdade. Fui muito transparente e coloquei meu sentimento. Esse debate fechou com chave de ouro. Só foi ruim porque o governador não veio. Ele devia ter vindo”, afirmou.
Tárcio falou que conseguiu deixar claro todos os objetivos propostos e esclareceu que o debate não é uma questão técnica, mas política, e pediu votos.
Vital do Rêgo falou que o debate na 98 FM foi muito proveitoso e falou que ele é a alternativa viável para a Paraíba, com um programa que visa oferecer diálogo e eficiência administrativa.
VITRINE

Reações:

0 comentários: