segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Operários da transposição são demitidos em massa

Onda de demissão em massa atinge os trabalhadores da Transposição do Rio São Francisco que trabalham nos lotes localizados nos municípios de São José de Piranhas-PB, e, Mauriti-CE. Operários denunciaram à imprensa neste domingo (12), que a demissão vem acontecendo todos os dias e atinge uma média de 12 trabalhadores demitidos diariamente. Segundo as fontes, já chega a cerca de 400 o número de trabalhadores que tiveram contratos encerrados por empresas que prestam serviços à transposição em São José de Piranhas e Mauriti.
Trabalhadores demitidos afirmaram que as empresas alegam excesso de operários. Os trabalhadores negam a afirmativa e dizem que o trabalho da obra necessita de muito mais trabalhadores, haja vista, a construção dos canais ainda levar um bom período de tempo para a conclusão. Segundo apurações as demissões atingem mais os que trabalham na área de mecânica nas empresas terceirizadas que são as empreiteiras que trabalham para a empresa Queiróz Galvão.
SB com Radar Sertanejo

Reações:

0 comentários: