sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Chuvas caídas não melhoram situação dos açudes

As chuvas na Paraíba nos últimos dias foram insuficientes para recarregar os principais açudes do estado, de acordo com os dados da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) divulgados nesta quinta-feira (20). Dos 123 açudes monitorados, 65 estão com menos de 20% da capacidade. Apesar da precipitação nas regiões do Agreste, Cariri e Curimataú, os principais açudes também continuam diminuindo o volume. Da quarta-feira (19) para esta quinta-feira, foram registradas chuvas de 71 mm em Cajazeiras, 37mm em São José de Piranhas, 30mm em Bom Jesus e 29,2mm em Cachoeira dos Índios. Da terça-feira (17) para a quarta-feira, as chuvas foram de 105mm em São João do Cariri, 103,8mm em São José de Piranhas, 82mm em Juru e 78,5mm em Malta, dentre outras cidades.
Apenas um reservatório está sangrando no estado, o Mari, no município de Olho D'Água. Há ainda 57 com volume acima de 20%, outros 31 em observação (com menos de 20%) e 31 em situação crítica, com volume inferior a 5%.
Desde o início do mês de novembro, o açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, reduziu de 105,6 milhões de metros cúbicos de água para 101,9 milhões (24,8). O Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras, diminuiu de 27,4 milhões para 27,3mm (10,7%). O açude de Coremas tinha 163,2 milhões no início do mês e na última medição, no dia 4, estava com 161,2 milhões de metros cúbicos de água (27,2%). Segundo a Aesa, as chuvas no período continuam dentro da média histórica prevista para o estado.
O presidente do órgão João Vicente Machado disse que a previsão é de mais chuvas na Paraíba durante o resto da semana. "É a passagem de uma frente fria que os meteorologistas classificam como vórtice que acontece nesse período e que poderá propiciar chuvas até o fim de semana, tanto no Cariri como no Sertão", explicou.

Reações:

0 comentários: