quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Representante da Aesa promete operação para desobstruir leito do rio Piancó em Conceição

Em uma reunião, que contou com o promotor da cidade de Conceição, Ernani Lucas, representantes da Ana(Agências Nacional de Águas) e da Aesa(Agência Executiva de Gestão das Águas), prefeito municipal de Conceição Nilson Lacerda, vice-prefeito de Santa Inês Francisco Sales, alguns vereadores e diversos agricultores, que sofrem com os problemas, causados pela falta d’água nos leitos dos rios, que banham os municípios de Conceição e Santa Inês, o Diretor da Aesa Chico Lopes, prometeu usar até a força policial, caso seja necessário para entrar nas propriedades rurais, banhadas pelos rios, para que todas as obstruções sejam retiradas.
A medida, que já começou a ser feita, inclusive com a compreensão de diversos proprietários de propriedades que recebem as águas, que descem do açude Condado, tem como objetivo fazer com as águas desçam e cheguem a todos os ribeirinhos do Vale do Piancó. A reunião aconteceu, na manhã desta terça-feira(4), no plenário da Câmara dos vereadores da cidade de Conceição.
O Ministério Público, representado pelo Promotor Ernani Lucas, fez o mapeamento de todos os açudes da região, juntamente com os órgãos responsáveis pelo controle das águas e garantiu empenho para que o problema seja imediatamente resolvido. O promotor prometeu empenho e acompanhará o representante da Aesa, que levará máquinas e homens para a desobstrução dos leitos dos rios.
O momento mais forte da reunião trouxe a voz sofrida de um agricultor, que fez duras críticas à Ana. Segundo ele, o órgão está muito distante dos agricultores ribeirinhos. O agricultor disse que, caso a situação não seja solucionada, os agricultores serão obrigados a deixarem seus sítios e morarem em periferias, expondo seus filhos à marginalidade, por falta do que oferecerem para seus sustentos.
O diretor da AESA, Chico Lopes marcou para a manhã desta quarta-feira(5), a continuidade dos trabalhos de desobstrução dos leitos dos rios, a partir da passagem molhada, que fica localizada na saída da cidade de Conceição para a cidade de Santa Inês.
Uma comissão de agricultores se comprometeu de também participar com a mão de obra voluntária. O diretor pediu a ajuda de todos os agricultores, mas não descartou o uso da lei, caso haja alguma residência do acesso aos rios, por parte de algum proprietário de terra.
Fonte: Gilberto Angelo/Portal Vale do Piancó Notícia

Reações:

0 comentários: