segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Direção local da Cagepa noticia novo problema no sistema de abastecimento em Princesa Isabel.

Nesta segunda-feira (15), o Diretor da Cagepa de Princesa Isabel, Gledson Nunes (foto), voltou a noticiar problemas na rede de abastecimento local. Dessa vez, o problema foi no transformador de energia da captação de água bruta, na estação e bombeamento do açude Jatobá, que queimou. Após o rompimento da adutora que aconteceu semana passada deixando a cidade sem água por um dia, Gledson volta a lamentar mais esse problema, que deve deixar a cidade sem água até esta terça-feira (16). Ao relatar o problema, Gledson informou que ontem por volta das 17h30 o transformador de energia da captação de água bruta, na estação e bombeamento do açude Jatobá havia queimado, sendo solicitada de imediato a equipe de Patos para solucionar o problema. A distribuição de água deve voltar amanhã.
SB

Reações:

1 comentários:

Verimarcos disse...

A VL Tecno já iniciou as obras da ampliação do sistema de abastecimento dágua de Princesa, no momento estamos trabalhando justamente na ETA Estação de Tratamento de Água, (na saída para o açude jatobá). Sou testemunha do esforço conjunto de todos os funcionários da Cagepa para manter o abastecimento de nossa cidade em condições mínimas satisfatórias, no entanto a estrutura existente já não consegue suprir com eficiência tal demanda. Posso afirmar a todos os princesenses que provavelmente até o final de 2016, Princesa Isabel estará com abastecimento d´água de ótima qualidade, pois iremos substituir, ampliar e renovar toda a rede d´água existente, bem como será construída novas adutoras e reservatórios, a instalação de quase 5000 hidrômetros (medidores d´água) em toda a cidade e uma nova ETA com capacidade bem superior á existente. Espero que todos os habitantes - principalmente aqueles que ainda não possuem hidrômetros -economizem este bem precioso, pois estamos com o nível do açude Jatobá II bem abaixo do normal sem contar com muitos consumidores que moram em locais mais altos e que economizam bastante água porque possuem os ditos medidores, sofrem muito mais com a falta d´água.