quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Incêndio em lixão de Patos já dura 21 horas e é difícil de ser controlado

Um incêndio no lixão da cidade de Patos, Sertão paraibano, que começou às 20h da segunda-feira (1º) e já dura mais de 21 horas, vem deixando vários bairros da cidade tomados pela fumaça. Segundo o Corpo de Bombeiros local, o fogo é de origem natural. O incêndio vem deixando os bairros do Salgadinho, Maternidade, Jatobá, Santo Antônio, Monte Castelo e Centro completamente tomados pela fumaça.
De acordo com os Bombeiros, o fogo pode ter se originado por conta do acúmulo de gases provocado pelo constante despejo de lixo no local. Os gases estariam acumulando e se misturando ao oxigênio, sendo necessário apenas o calor do sol para que o fogo começasse a surgir.
Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Patos, coronel Saulo, o combate ao incêndio não está sendo feito com água, mas sim com a separação da parte do lixão que está queimando. "Junto com a Secretaria de Meio Ambiente de Patos estamos separando a parte que está queimando da parte que ainda não está. Isso vai servir para deixarmos que o incêndio consuma o lixo na parte reservada e, ai sim, poderemos combater as chamas efetivamente com água", afirmou.
A não utilização da água se dá, segundo coronel Saulo, pela pequena eficiência dela nesta fase do incêndio."Temos que otimizar a utilização da água, até pela nossa situação hídrica no momento. Se usarmos a água agora iríamos apenas causar desperdício, pois o fogo vem sendo alimentado por gases, é um fogo que queima de dentro do lixão.Por isso resolvemos separar a área incendiada, deixar que o fogo consuma o lixo e na manhã desta quarta-feira (3) iremos começar a utilizar água", disse.
Com VitrinedoCariri

Reações:

0 comentários: