quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Parlamentares paraibanos gastam quase R$ 130 mil do ‘cotão’ em apenas um mês. Cássio foi o mais econômico

Os deputados federais e senadores da Paraíba gastaram R$ 129.139,10 apenas no mês de novembro. Os deputados federais provocaram despesas na ordem de R$ 103.869,98 da cota parlamentar. Já os três senadores usaram R$ 25.269,12 da verba indenizatória. As principais despesas foram com combustíveis e passagens aéreas.
O deputado federal que mais utilizou a cota parlamentar foi Wellington Roberto (PR). De acordo com dados da Câmara Federal, dos R$ 33.226,50 gastos por ele no último mês, R$ 30 mil foram destinados para divulgação de atividade parlamentar.
Já, o deputado federal Benjamin Maranhão (SDD) foi o que menos utilizou os recursos. Ele destinou R$ 897,71 para pagamento de serviços postais e de telefonia.
A cota para exercício de atividade parlamentar dos deputados federais paraibanos é de até R$ 38.319,91 mensais. Ela varia conforme o estado de origem do parlamentar e é destinada a gastos com passagem aérea, telefonemas e serviços postais.
No Senado Federal, o líder de gastos no mês de novembro foi o senador Cícero Lucena (PSDB). Ele gastou R$ 9.233,37 com hospedagem e aluguel de automóvel e R$ 4.337,57 com passagens aéreas.
O senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) provocou uma despesa ao Senado de R$ 10.973,18 com passagens aéreas, serviços de telefonia, combustível e divulgação de atividade parlamentar.
Cássio Cunha Lima (PSDB) foi o senador mais econômico em novembro. Ele gastou apenas R$ 725,00 com passagens aéreas.
O total da cota para o Senado é composto pelo valor da antiga verba indenizatória (R$ 15 mil mensais) e pelo valor correspondente de cinco passagens aéreas igualmente mensais de ida e volta da capital do estado de origem do senador a Brasília.

Reações:

0 comentários: