segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Mais de 980 mil paraibanos superaram a pobreza

Dados divulgados pelo Governo Federal revelam que 980 mil paraibanos superaram a extrema pobreza. Os números são do programa 'Brasil Sem Miséria' e indicam que essa quantidade de pessoas que estão fora da linha da extrema pobreza é registrada por conta das alterações implantadas no Bolsa Família, sob a responsabilidade do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O Governo Federal divulgou dados sobre a atuação de diversos programas sociais no estado. Em janeiro deste ano, por exemplo, na Paraíba foram atendidas 524,8 mil famílias. No ano passado, foi pago aos beneficiários paraibanos do Bolsa Família o total de R$ 1,1 bilhão.
A queda de 57,3% no número de crianças e adolescentes de 5 a 15 anos em situação de trabalho infantil é destaque na região. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013, houve redução de 49,8% no trabalho de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos, no mesmo período.
No que se refere à inclusão produtiva urbana, até 19 de janeiro deste ano, em 140 municípios, já haviam sido registradas 49,7 mil matrículas pelo Pronatec. Uma das mais baixas taxas do Nordeste. A Paraíba ganhou apenas de Sergipe. O programa Água Para Todos, entre 2003 e 2014, instalou 87,6 mil cisternas para atender paraibanos com água para consumo humano. No mesmo período, para produção, foram 6 mil cisternas instaladas na Paraíba.
Ainda foi incluído nesse levantamento os números do acesso a serviço de educação no estado. O governo federal complementou recursos para creches atenderem 14,2 mil crianças com pais atendidos no Bolsa Família. No total, em 2014, foram repassados ao estado R$ 19,6 milhões.

Reações:

0 comentários: