quinta-feira, 5 de março de 2015

Custo de vida do paraibano vai ficar ainda mais caro em março

O custo de vida do paraibano vai ficar ainda mais caro em março. Além dos novos reajustes na conta de luz e dos combustíveis, o próximo aumento será no gás de cozinha (GLP), que vai sofrer alta na próxima semana. As distribuidoras já anunciaram aumento de 6%, mas para o consumidor final o índice de reajuste será maior devido aos custos mais altos dos revendedores com o frete e com o novo piso salarial dos funcionários. Outra área que vai deixar a vida mais cara é o setor dos alimentos. Eles já estão pesando mais no bolso das famílias. Com elevação de 2,69% em fevereiro, João Pessoa apresentou a terceira maior alta da cesta básica entre as 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Na capital paraibana, o reajuste da cesta básica (2,69%) em fevereiro comparado a janeiro, ficou atrás apenas de Natal (4,36%) e Salvador (4,17%). Em relação a fevereiro de 2014, a alta ficou em 12,24%. No total, 14 capitais registraram alta segundo a pesquisa do Dieese divulgada ontem. O anúncio do reajuste de 6% no preço do botijão do gás de cozinha de 13 kg foi feito pelo presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado da Paraíba (Sinregas), Marcos Bezerra. A alta deve ocorrer até o dia 10. Atualmente o preço do produto varia de R$ 40,00 a R$ 45,00. Um dos fatores que estimularam a alta foram custos com frete, devido à elevação no preço dos combustíveis, a energia elétrica e também o dissídio salarial da categoria, que foi atualizado.

Reações:

0 comentários: