segunda-feira, 23 de março de 2015

Nabor Wanderley preside reunião que cria Conselhos Consultivo e Deliberativo na implantação da Região Metropolitana de Patos

Nesta sexta-feira, dia 20, o deputado estadual, Nabor Wanderley (PMDB), conduziu os trabalhos da implantação da Região Metropolitana de Patos, em um evento que ocorreu na sede da Associação Comercial e Industrial da cidade. Na oportunidade, participaram o Superintendente do IDEME, Otávio Mendonça, o representante do SINEP, Jarbas de Lucena, o Coordenador da Subárea do IBGE na região de Patos, Lamartine Candeia, representante da EMATER, Francisco Acácio, o Secretário de Planejamento do Estado, Tárcio Pessoa, representante do Orçamento Democrático do Estado, Júnior Medeiros, o deputado federal, Hugo Motta, prefeitos dos municípios que fazem parte da Região Metropolitana e a prefeita de Patos, então autora do Projeto de Lei, Francisca Motta.
O deputado estadual, Nabor Wanderley, explicou as etapas para a implantação da Região metropolitana.
“O passo inicial para que ela possa ser implantada é a formação do Conselho Consultivo e do Conselho Deliberativo. O Consultivo é representado pelos 24 municípios e o Deliberativo são cinco representantes, tendo na presidência o Secretário de Planejamento do Estado da Paraíba que representa o Governador do Estado, os demais são membros indicados pelos prefeitos; com a formação dos Conselhos, teremos condições de fazer funcionar a Região Metropolitana e, a partir daí, ficará a cargo dos prefeitos tratar de um planejamento estratégico para toda a região”, explicou.
Na reunião ficou definido que os prefeitos dos municípios de Patos, Teixeira, Santa Luzia, Quixaba e Santa Terezinha irão reunir-se no próximo dia 10, em Patos, para apresentar um projeto de politica para o andamento do Conselho Deliberativo.
Já a prefeita de Patos, Francisca Motta, explicou sobre as tramitações para a aprovação do Projeto e comemorou a sua implantação através do trabalho desenvolvido pelo deputado Nabor. “Como eu estava vendo Patos aparecer, na hora que se fizesse um trabalho com a Região, se pedia em nome de toda uma região e não só de Patos, o mesmo que está acontecendo com o deputado Nabor para que trabalhemos com projetos prontos que se cheguem a Brasília com o intuito da região crescer de forma organizada, sistemática”, explicou.
O deputado, Hugo Motta, denominou que o evento desta sexta representa o avanço da região de Patos. “É um grande passo que o sertão da Paraíba dá hoje na busca do crescimento e desenvolvimento. Essa união dos municípios que compõe a grande Patos ela representa, nesse momento, uma união de forças em prol do desenvolvimento da região. Aqui se poderá formar consórcio de todos os tipos, visando não só a eficiência das máquinas administrativas das prefeituras, como também uma força para cobrar dos entes estaduais e federais mais recursos e sem dúvida nenhuma, demonstra maturidade e momento de união do sertão da Paraíba”, afirmou.
Para o Secretário de Planejamento do Estado, Tárcio Pessoa, denominou um passo importante para o desenvolvimento coletivo da Região.
“É um passo importante para consolidar um desenvolvimento integrado. Eu acho que pensar espaços coletivos como essa da Região Metropolitana de Patos é pensar na forma de fortalecer o acesso a novas possibilidades. A Secretaria de Planejamento ver com muito bons olhos esse processo, pois, temos grandes possibilidades de avançar nas ações concretas”, disse.
O representante do IBGE, Lamartine Candeia, explicou qual será o papel do município de Patos no âmbito socioeconômico. “Patos, uma cidade que tem a maior economia do sertão, se destaque na importância com a Região Metropolitana de Patos, pois, fundamentalmente exercerá para o desenvolvimento do sertão paraibano ressaltando, especificamente, os aspectos socioeconômicos focados nos cenários favoráveis ao empreendedorismo e a fortes mudanças estruturais previstas para a economia do estado”, destacou.
Otávio Mendonça, superintendente do IDEME, ressaltou que com a criação dos Conselhos, o IDEME irá mostrar as possibilidades para o desenvolvimento sustentável da Região.
SB
A Região Metropolitana de Patos é composta por 24 municípios com uma população de cerca de 220 mil habitantes.

Reações:

0 comentários: