quinta-feira, 26 de março de 2015

Operação Cidade Sitiada é realizada na região de Princesa Isabel

As Polícias Civil e Militar estão realizando, nesta quinta-feira (26), a Operação Cidade Sitiada na região de Princesa Isabel, no Sertão, sede da 16ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), com o objetivo de reprimir o porte ilegal de armas na região.
Até o início da manhã, mandados de busca e apreensão cumpridos por aproximadamente 100 homens e mulheres das forças de Segurança resultaram em sete pessoas presas em flagrante, entre elas um vereador. Mais de dez armas foram apreendidas, entre pistolas e revólveres, na cidade de Manaíra.
De acordo com o titular da delegacia seccional de Princesa Isabel, Cristiano Jacques, a operação foi deflagrada com base em denúncias de que haveria grande circulação de armas de fogo nas cidades da região. “Fizemos as investigações, identificamos as pessoas que estariam portando esse armamento e realizamos a operação, que reflete a presença do Estado na área. Esse trabalho complementa a Operação Ciclone, que resultou na prisão de 19 pessoas e 24 armas apreendidas, também nessa região”, ressaltou Jacques.
Para o major Helder Muderno, comandante da Polícia Militar na região, a operação para reprimir o fluxo de armas de fogo na cidade terá como consequência a diminuição de ocorrências policiais na área.
“A Polícia Militar recebia denúncias de pessoas circulando com essas armas e a população se sentia ameaçada, havia um clima de instabilidade, que agora se desfaz. Outras ações nesse sentido serão realizadas em conjunto”, afirmou.
Ainda segundo Cristiano Jacques, desde o início do ano as ações de repressão qualificada foram intensificadas na região de Princesa Isabel. “A seccional abrange sete municípios e nesse perímetro apenas dois crimes desse tipo foram registrados em quase três meses”, pontuou.
SB com ASSESSORIA

Reações:

0 comentários: