terça-feira, 7 de abril de 2015

Audiência Pública com professores de Tavares é cancelada por ausência de parlamentares

Com plenário incompleto devido a ausência de vereadores, a audiência pública sobre reajustes de vencimentos dos professores da rede municipal de Tavares, foi adiada.
A categoria ficou revoltada e consideraram uma atitude “desrespeitosa” por parte dos vereadores faltosos do município de Tavares.
Estava marcada para esta segunda-feira (06) o debate na Câmara de Vereadores de Tavares, entre os professores e as autoridades sobre o Projeto de Lei de nº 002/2015, de autoria do Executivo, que reajusta os vencimentos dos Professores da Rede Municipal de Ensino em atendimento a Lei Federal nº 11.738/2008, e altera a redação do Art. 50 e seu Parágrafo único, bem como o Parágrafo único do Art. 58, e os Anexos I, II e III, todos da Lei Municipal nº 626/2010, de 07 de janeiro de 2010.
Com a ausência de seis parlamentares a Audiência Púbica teve que ser cancelada. Dos nove parlamentares, apenas os vereadores Antônio Cândido, Maria do Socorro (Socorrinha) e Maria das Graças, compareceram ao local. A ausência dos demais vereadores, que impediu a realização da audiência, foi questionada por todos, inclusive pelo advogado do Sindicato, Dr. Damião Guimarães; pelo vereador Antônio Cândido e pela tavarense, Ledecler Oliveira, representante da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil na Paraíba (CTB/PB).
A secretária de Educação, Maria de Fátima e o advogado da Prefeitura, Dr. Rivaldo Rodrigues, também estiveram presentes, mas não se pronunciaram.
Os professores prometem uma paralisação para a próxima segunda-feira (13).

Reações:

0 comentários: