terça-feira, 19 de maio de 2015

Açude de Princesa Isabel tem situação crítica reconhecida pela AESA. Prefeitura continua com apelos

Vinte e três municípios e 10 distritos paraibanos estão sem águas nas torneiras porque 15 mananciais chegaram a 0% de volume hídrico. O dado corresponde ao último levantamento da Companhia feito na sexta-feira (15).
Na Paraíba, já são 39 mananciais que estão em situação crítica - com volume menor que 5% do seu volume total. O reservatórios Jatobá II de Princesa Isabel está em colapso. Com capacidade para 6.487.200 metros cúbicos, atualmente marca 230.220 metros cúbicos, o que equivale a 3,6% de sua capacidade, medido no último dia 13 de maio. O Jatobá II esteve na marca de 1,02% de sua capacidade, mas a última chuva caída de 100mm deixou o reservatório com um novo acúmulo, porém sem recuperação de estado crítico.
O açude Jatobá II de Princesa está sendo monitorado pelo DNOCS e AESA, após solicitação da Prefeitura Municipal que alegou ao Governo do Estado incapacidade técnica para mapeamento das águas, uma vez que o açude pertence ao Departamento Nacional de Obras Contra a Seca ( DNOCS) que tem o dever de cuidar e manter o manancial.
A Prefeitura não recebe verbas destinadas a questão hídrica e por isso o município ficou incapacitado de agir imediatamente com soluções para cuidar das águas da cidade. O Prefeito apelou para o Ministério Público, o Governo Federal e Governo Estadual, e aguarda respostas e ações sólidas para o problema.
A realidade de escassez de água atinge também os seguintes municípios: Arara, Casserengue, Serraria, Natuba, Gurjão, Maturéia, Teixeira, Piancó, Lagoa, Sousa, Marizópolis, São José da Lagoa Tapada, Cajazeiras, Diamante, Cachoeira dos Índios e Conceição.
AESA/PB

Reações:

0 comentários: