terça-feira, 26 de maio de 2015

Caravana do Coração vai atender pacientes em Princesa Isabel

A secretária de Estado da Saúde, Roberta Abath, se reuniu com a presidente do Círculo do Coração, Sandra Mattos; gerentes regionais de saúde e diretores de hospitais, para ajustar os detalhes técnicos da III Caravana do Coração, que será realizada no período de 29 de junho a 11 de julho, em 13 municípios.
A Caravana passará por Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Patos, Itaporanga, Princesa Isabel, Sumé, Esperança, Picuí, Guarabira, Itabaiana e Mamanguape. O objetivo é atender cerca de 1000 pessoas, entre crianças e gestantes, com problemas cardíacos.
O público-alvo da caravana, que vai contar com a participação de cerca de 50 profissionais, são crianças de 0 a 12 anos e gestantes com idade gestacional de 22 a 28 semanas, que apresentem algum tipo de cardiopatia ou problemas oriundos de cardiopatias, a exemplo de febre reumática, sopro, cianose, taquicardia e desmaios, em crianças; e nas mulheres, problemas como diabetes clínica, cardiopatia já estabelecida, má formação fetal, histórico familiar de cardiopatia, hipertensão materna, entre outros.
A meta é atender 80 crianças e 20 gestantes, em cada município. Além da assistência, a Caravana oferecerá cursos de capacitação aos profissionais de saúde dos 13 municípios. Serão 60 vagas por cidade. Os cursos são: Transporte do Recém Nascido de Risco; Assistência de Enfermagem ao Recém Nascido; Reanimação Neonatal; Auxiliar da Reanimação Neonatal; Acesso venoso no recém nascido; Suporte ventilatório no recém nascido e Uso do CPAP artesanal no recém nascido.
A presidente do Círculo do Coração, Sandra Mattos, explicou que há grandes novidades na terceira edição da Caravana do Coração. Uma delas será a implantação das “salas do coração”.
“Serão salas de telemedicina, que vão servir de ambientes virtuais de ambulatórios, onde médicos e enfermeiros locais vão trabalhar com profissionais do Círculo para fazer o acompanhamento das crianças cardíacas da cidade”, explicou. A Paraíba é pioneira no projeto do Círculo do Coração e oferece assistência de qualidade à população, desde o atendimento ambulatorial até a alta complexidade.
A Rede de Cardiologia Pediátrica é financiada com recursos da Secretaria de Estado de Saúde e surgiu da necessidade de melhorar o atendimento em cardiologia pediátrica no Estado.
Secom PB

Reações:

0 comentários: