sexta-feira, 22 de maio de 2015

Racionamento de água vai ser expandido na Paraíba, diz governo

Mais 13 localidades no Sertão e Curimataú da Paraíba serão submetidas ao racionamento do abastecimento de água a partir do dia 1º de junho, informou nesta quinta-feira (21) o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo Lins Filho.
O racionamento também será ampliado para Campina Grande e outros 18 municípios atendidos pelo açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão. A Paraíba tem atualmente 32 municípios em racionamento e 23 em colapso de abastecimento de água. Devido à seca, o estado anunciou que será adotado o racionamento também para Sousa,Marizópolis e Nazarezinho, Imaculada (Albino); Cajazeiras e Distrito Engenheiro Ávidos (manancial de Engenheiro Ávidos); Itaporanga (Cachoeira dos Alves); Picuí, Frei Martinho e Nova Palmeira (Várzea Grande); Barra de Santa Rosa (Poleiro); São José de Piranhas (São José I); e São José de Caiana (Pimenta).
O secretário João Azevedo classificou o racionamento como uma "decisão técnica", já que o Estado está vivendo há quatro anos sem o reabastecimento dos mananciais pelas chuvas. Por isso essas medidas necessárias em cima dos estudos elaborados para as situações mais desfavoráveis, ou seja, sem considerar precipitações pluviométricas no período do racionamento e com demanda zero para irrigação e outros fins, Explicou. Entre os Municípios que estão em racionamento estão: Barra de São Miguel, Umbuzeiro, Nova Palmeira, Areia, Campina Grande, Vierópolis, Lastro, São Francisco, Riacho dos Cavalos, Jericó, Mato Grosso, Princesa Isabel, Belém, Alagoa Grande, Pilões, Caiçara, Logradouro e Monte Horebe.

Reações:

0 comentários: