sexta-feira, 26 de junho de 2015

Abaixo assinado pede para salvar o Pico do Jabre, na Paraíba

Após denúncias sobre problemas graves no Pico do Jabre, localizado no Município de Matureia (PB), dando conta do abandono e do descaso por parte das autoridades do município e do próprio Estado da Paraíba, um abaixo-assinado está sendo amplamente divulgado pedindo medidas urgentes ao Governo do Estado para salvar um dos pontos naturais mais bonitos do sertão paraibano.
As denúncias vão desde desmatamento, caça predatória, proliferação de lixo deixado por pessoas sem consciência ambiental, restos de equipamentos de transmissão que foram deixados e espalhados por empresas de telecomunicações que exploram o local, além de ausência de medidas que punam os que estão destruindo o Pico do Jabre.
O Município de Matureia, através do secretário de Meio Ambiente, Bruno Wanderley, se defende dizendo que não tem condições de fazer mais do que tem feito para proteger o local, pois as terras do entorno do Pico do Jabre são particulares e um decreto estadual caducou sem medidas sérias serem adotadas para desapropriação, indenização e preservação do lugar visitado por centenas de pessoas de diversas partes do país.
O abaixo-assinado foi idealizado pelo ambientalista Pastor John Philip Medcraft e tem o seguinte enunciado: “Desde a sua criação em 2002, o Parque Estadual do Pico do Jabre, de 851 ha, só existe no papel. A área nunca sequer foi desapropriada.
Na carta, ele ainda descreve que hoje antenas gigantes e ilegais desgraçam o visual do ponto mais alto da Paraíba, a caça e tráfico de fauna vão de vento em popa e o desmatamento e o lixo fazem o nome Unidade de Conservação uma farsa! O abaixo assinado ainda menciona que as pessoas em assinar este abaixo-assinado estão clamando ao Governador Ricardo Coutinho a tomar medidas urgentes, concretas e corajosas para salvar o Pico do Jabre!”.

Reações:

0 comentários: