quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Coutinho afirma que gosta de "político estudado" e Dr. Aledson se alegra com declaração.

O governador Ricardo Coutinho (PSB), durante solenidade no Espaço Cultural, na manhã desta segunda-feira (26), comentou sobre a confirmação de João Azevêdo como o candidato do partido para a disputa eleitoral em 2016 e aproveitou para alfinetar o prefeito Luciano Cartaxo (PSD).
“Quem decidiu é a direção do partido, eu sou apenas um filiado. João é um dos melhores quadros que a Paraíba produziu nos últimos anos, tem conhecimento demais, estuda e gosta de estudar. Eu não gosto de político que não estuda, que não conhece as coisas. Eu acho que político que não estuda serve só para bater foto, alisando cabelo de menino, apenas isso”, declarou.
Essa afirmação de Coutinho fez o médico especialista em Ultrassonografia e Medicina Fetal, Dr. Aledson Moura, ficar sorridente, pois considera relevante essa observação do Governador. Ler, escrever e falar corretamente devem ser características primordiais para um representante político que vai ser responsável por toda uma demanda da sociedade, hoje cada vez mais exigente e esclarecida. Aledson preside o partido do governador em Princesa Isabel, e deverá conduzir o PSB nas disputas do ano que vem.
Ponto de Vista
Sem dúvidas, a ignorância nos espaços do poder contribui para a falta de projetos e produção de desenvolvimento com idéias que possam construir melhorias em vários setores. Consequentemente causa prejuízos à população. Basta exemplificar na pasta da Educação. Como um analfabeto político pode realizar ações para melhorar a educação se ele mesmo não valorizou o espaço escolar, quando recusou a sentar nos bancos para aprimorar conhecimento? Falta de oportunidade para estudar não pode ser a desculpa pela falta de estudo de alguns analfabetos vereadores, prefeitos e até deputados, pois no país colecionamos exemplos de pessoas humildes e de baixa renda, que passaram por escolas públicas e conseguiram se formar.
O comodismo do analfabetismo político corrompe uma geração cidadã, que deixa se ser consciente dos seus direitos e deveres, capaz de assumir a defesa da justiça social. Um bom político tem que ter estudo e conhecimento para conseguir produzir boas ideias e ser um sujeito mais crítico e correto.
Em um cenário local, em que há médicos e pessoas formadas que podem disputar uma eleição em 2016, a população de Princesa Isabel, deve fazer uma boa opção. DR. Sidney (médico), DR.Aledson (Médico), Dr. Rivaldo Rodrigues (Advogado), Dr. Diomar (Médico), Dra Mônica ( Dentista), Dra Flora Diniz ( Psicóloga), preenchem esses requisitos. Também observo uma lista de educadores que poderiam ocupar excelentes espaços de poder, entre eles professor Arimatéa Fideles, professor Carlos Aldi, professora Leoneide, professora Lúcia e tantos outros. Seria muito bom, vermos pessoas esclarecidas preenchendo o legislativo e o executivo.
Eu aprovo, e só voto em político estudado!!!
SB

Reações:

0 comentários: