quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Deputado critica Governo do Estado por demissão em massa de servidores no Cariri paraibano

O deputado e vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), João Henrique (DEM), nesta terça-feira (3), criticou duramente a decisão do Governo do Estado em demitir 150 servidores de uma só vez, no último fim de semana em Monteiro e região do Cariri paraibano.
Em tom de lamento e inquietação, o parlamentar lembrou que os atingidos pela decisão foram pessoas que recebiam salário mínimo e sustentavam suas respectivas famílias com esse montante. “O poder público é pra viabilizar emprego e renda para as pessoas e não fazer demissão em massa”, lembrou João Henrique.
De acordo com o deputado, tal situação não aconteceu apenas no Cariri, mas, também em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras. Com a ressalva de que não houve substituição dos demitidos por concursados, mas, sim, por pessoas que possuem “zero ano de serviço” no setor público.
O parlamentar lamentou que o Governo promova, através desse tipo de atitude, a desagregação social, numa cidade de uma região que já sofre com a insegurança nos setores hídrico e social e, onde, sequer foi contemplada, nesta gestão, com a instalação de um só poço artesiano. “Muito pelo contrário, nós estamos com a conclusão de um ginásio, objeto daquelas obras do PAC. O dinheiro está no banco. Falta apenas concluir entre 15% e 20% da obra, mas, faz um ano e meio que a prefeita de Monteiro e seus secretários tentam, sem sucesso, junto ao Governo do Estado, um termo de aditivo para continuidade da construção que talvez só seja finalizada graças a intervenção da Justiça. Fato lastimável.”, afirmou João Henrique.
Apesar das queixas, o deputado fez questão de ser justo e lembrar da inauguração, que acontece nesta terça (3), da estrada que interliga São José dos Cordeiros à Serra Branca, obra que era uma aspiração, de todos os Caririzeiros.

Reações:

0 comentários: