quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Relatos de uma viagem inesquecível

Todos os caminhos levam a Porto Seguro. Este é o ponto de partida para quem deseja conhecer as primeiras páginas da história do Brasil, praticar ecoturismo, esportes, passear, comer bem, aprender “lambaeróbica” ou simplesmente relaxar. É um paraíso que oferece história, entretenimento, cultura, arte e belezas naturais.
São 90 km de praias protegidas por recifes de corais, rios, riachos, coqueirais e uma exuberante Mata Atlântica. As agências de turismo organizam diversos tipos de passeios. Os mais procurados são para Recife de Fora, Coroa Alta (em Santa Cruz de Cabrália), Trancoso e Caraíva. Os que gostam de voar também podem se divertir, visitando o clube de ultraleves. Durante estes passeios, em ultraleves ou helicópteros, é possível contemplar, de um outro ângulo, o cenário deslumbrante de toda a Costa do Descobrimento.
Não falta programação para quem se hospeda na cidade. Durante o dia, os turistas visitam as praias, dançam ao ritmo quente da “lambaeróbica’ e fazem passeios ecológicos. À noite, inevitavelmente, os eventos começam na Passarela do Álcool, onde são armadas dezenas de barracas que vendem os mais variados coquetéis de frutas e “capetas” – bebida à base de cachaça, chocolate em pó, guaraná e leite condensado. A decoração das barracas, feita com arranjos de frutas, chamam a atenção dos turistas e atraem a freguesia. Depois de visitar a Passarela, todos seguem para a orla da cidade, onde a festa continua nos restaurantes e barracas de praias, com shows de artistas do mundo inteiro, muita animação e paquera.
A cidade nunca dorme e até mesmo o comércio tem um horário atípico. Muitos shoppings e lojas de artesanato funcionam até a meia-noite. Para quem gosta de sofisticação, há restaurantes especializados em comida francesa, japonesa, italiana, etc. Quem prefere os pratos mais baratos, os restaurantes de comida a quilo oferecem as melhores opções – no centro da cidade ou na orla -, com variedades de pratos quentes e saladas, além dos deliciosos doces típicos.
HISTÓRIA
Porto Seguro é um município situado no sul do estado da Bahia, no Brasil. Compartilha, com os municípios limítrofes de Santa Cruz Cabrália e Prado , a primazia de ser o local de chegada dos portugueses ao Brasil em 1500. O vilarejo que deu origem ao município de Porto Seguro foi fundado em 1534. Possui uma população estimada em 141 006 habitantes no ano de 2013 e está tombado em quase sua totalidade pelo patrimônio histórico, não sendo permitida a construção de prédios altos (com mais de dois andares) . É cortado pelo Rio Buranhém.
Porto Seguro localiza-se na região que foi, oficialmente, a primeira a ser descoberta pelos navegadores portugueses no atual território brasileiro. Em 21 de abril de 1500, o navegador Pedro Álvares Cabral avistou terra firme, após ter deixado a costa africana um mês antes. O lugar avistado foi o Monte Pascoal, 62 quilômetros ao sul de Porto Seguro. No dia seguinte, os portugueses desembarcaram em terra firme pela primeira vez no atual território brasileiro, num local cujo ponto exato ainda é debatido pelos historiadores.
Em 24 de abril, a expedição ancorou em Porto Seguro. A cidade teve seu primeiro fortim levantado em 1504 por Gonçalo Coelho. Em 1530, quando o comércio com as Índias Orientais enfraqueceu, Portugal passou a se interessar pela nova terra descoberta e veio dela tomar posse. Terra esta que lhe cabia pelo Tratado de Tordesilhas. Na época colonial, Porto Seguro era chamada de Nhoesembé.
Visitar o sítio histórico da Cidade Alta de Porto Seguro é quase uma obrigação para os milhares de turistas que chegam a Porto Seguro - cidade Monumento Nacional instituída por decreto presidencial em 1973. Um dos primeiros núcleos habitacionais do Brasil, Porto Seguro, além de ostentar o Marco do Descobrimento, desempenhou papel importante nos primeiros anos da colonização. São desta época prédios históricos que podem ser visitados durante o dia ou apreciados à noite, quando sob efeito de iluminação especial.
O passeio histórico pode começar pelo Marco do Descobrimento, de onde se descortina uma das mais belas paisagens do litoral de Porto Seguro. O marco veio de Portugal entre 1503 e 1526 e simboliza o poder da coroa portuguesa, utilizado para demarcar suas terras. Todo em pedra de cantaria, de um lado está esculpida a cruz da Ordem de Avis e, do outro, o brasão de armas de Portugal.
Na mesma área, está a Igreja Matriz Nossa Senhora da Pena, construída em 1535 pelo donatário da capitania, Pero do Campo Tourinho. Aí estão guardadas imagens sacras dos séculos XVI e XVII, entre elas a de São Francisco de Assis - primeira imagem trazida para o Brasil - e a de Nossa Senhora da Pena, padroeira da cidade, festejada a 8 de setembro. Para se ter uma melhor ideia de como era a capitania no século de Tourinho e da chegada dos jesuítas, pode-se ler alguns trechos das cartas escritas por Manuel da Nóbrega ou por José de Anchieta, padres da Companhia de Jesus, sobre a região.
Mais adiante, o Paço Municipal ou Casa de Câmara e Cadeia, datada do século XVIII, uma das mais belas construções do Brasil colônia. Nesse prédio, funciona o Museu Histórico da Cidade ou Museu do Descobrimento. A igreja da Misericórdia, ou do Senhor dos Passos, de estilo singelo, guarda imagens barrocas, destacando-se a do Senhor dos Passos e a de Cristo crucificado.
Ainda em meio do casario tombado como monumento nacional, se ergue a igreja de são Benedito, ao lado das ruínas da antiga residência e colégio dos jesuítas. A igreja foi construída pelos jesuítas em 1551 e era conhecida como de São Pedro e de Nossa Senhora do Rosário. Do lado oposto, ainda na Cidade Alta, localizam-se a estação rodoviária e o aeroporto. No século XVII, o fortim que havia sido levantado por Gonçalo Coelho foi reforçado.
A cidade é, hoje, considerada um dos mais importantes pontos turísticos do Brasil, recebendo turistas oriundos do centro-sul do país e de países como Argentina, Portugal, Estados Unidos, Israel e França. O lugar conta também com uma ou duas dezenas de hotéis de luxo e centenas de hotéis e pousadas menores, mas de boa qualidade e ainda com um aeroporto internacional com capacidade para o pouso de aviões de porte semelhante ao dos Boeing 767 e Airbus A310.
Festas,praias, aventuras e muita diversão fazem da cidade um lugar diferenciado pra quem curte agitação e natureza. Eu amei tudo que vi e trouxe na bagagem muita história e saudade. Claro que todo o passeio nesta estrutura de turismo de qualidade só foi possível graças a competência de Selma Turismo,que há 15 anos faz turismo em todo o Brasil. Axé Bahia, Bahia Axé. Até a próxima!!!

Reações:

0 comentários: