quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Prefeita é presa durante 3ª fase da operação Andaime no Sertão da PB

A prefeita da cidade de Monte Horebe, no Sertão paraibano, Cláudia Dias (PSB), foi presa nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (18) durante a 3ª fase da Operação Andaime, que investiga fraudes em licitações de obras em municípios da Paraíba e é encabeçada pelo Ministério Público Federal (MPF). A informação da prisão da prefeita foi confirmada pelo delegado da Polícia Federal Antonio Glautter Morais.
O marido da prefeita e um empresário dono de uma construtora também foram presos. O G1 entrou em contato com a prefeitura de Monte Horebe, mas até as 11h20 (horário local) as ligações não foram atendidas. Cláudia Dias já havia sido afastada do cargo duas vezes, mas, por força de liminar, seguia no mandato. Após a prisão, ela foi encaminhada para a sede do Ministério Público Estadual da Paraíba em Cajazeiras. As fraudes nas licitações das cidades no Sertão da Paraíba foram destaque de uma reportagem do Fantástico no domingo (14). Os desvios na cidade de Monte Horebe foram citadas na reportagem.
Na ação desta quinta-feira, que acontece, além de Monte Horebe, em Cajazeiras, Bonito de Santa Fé e Uiraúna, todas localizadas no Sertão paraibano, o Ministério Público e a Polícia Federal devem cumprir sete mandados de prisão preventiva, 27 de busca e apreensão e cinco de conduções coercitivas, quando o suspeito é obrigada a prestar depoimento. Os crimes que pesam indícios sobre os investigados são frustração de caráter competitivo de licitações, lavagem ou ocultação de ativos financeiros, falsidade ideológica e participação em organização criminosa.
Os integrantes da força-tarefa da Operação Andaime vão conceder entrevista coletiva às 10h (horário local), na sede do Ministério Público Estadual em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba.

Reações:

0 comentários: