sexta-feira, 15 de abril de 2016

RC se reúne com deputados da PB para tentar ajudar governo a conter impeachment

O governador Ricardo Coutinho (PSB) intensificou os contatos com a bancada federal da Paraíba para tentar conter o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) que será votado no plenário da Câmara Federal no próximo domingo (17). Além de Ricardo, também foram escalados para ajudar a presidente, os governadores Flávio Dino (PC do B-MA), Rui Costa (PT-BA) e Wellington Dias (PT-PI). Eles estão na missão de convencer os parlamentares por telefone ou em conversas pessoais, em Brasília. “São os governadores do nosso campo”, disse o deputado Orlando Silva (PC do B-SP), vice-líder do governo e um dos articuladores do Planalto na Câmara.
O chefe do executivo estadual se encontra em Brasília, onde manteve agenda com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, para tratar de alongamento da dívida do estado com a União.
O socialista disse que aproveitou agendas institucionais em Brasília para agendar conversas com parte dos 12 deputados paraibanos. “Não me sinto no direito de fazer pressão. Expresso o meu ponto de vista. Minha posição é clara e nítida. Minha história não me permite participar de golpe”, disse.
A bancada paraibana já está definida em relação ao impeachment. Dos 12 parlamentares, nove votam a favor do afastamento da presidente e três defendem a permanência dela no governo.
Os deputados Wellington Roberto (PR), Luiz Couto (PT) e Damião Feliciano (PDT) votam a favor de Dilma. Já Aguinaldo Ribeiro (PP), Benjamin Maranhão (SD), Efraim Filho (DEM), Hugo Motta (PMDB), Manoel Júnior (PMDB), Rômulo Gouveia (PSD), Pedro Cunha Lima (PSDB), Wilson Filho (PTB) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) são favoráveis ao impeachment.

Reações:

0 comentários: