terça-feira, 19 de abril de 2016

Uma propina de 6 milhões de dólares

O ex-diretor da Petrobras e delator da Operação Lava Jato Nestor Cerveró (foto) disse ontem durante depoimento ao juiz Sérgio Moro que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu propina de US$ 6 milhões por meio do lobista Jorge Luz num contrato de afretamento do navio-sonda Petrobras 10.000. A propina teria sido repassada na época da contratação do navio-sonda, em 2006, conforme o jornal O Estado de São Paulo.
*Com informações do estadão

Reações:

0 comentários: