terça-feira, 10 de maio de 2016

Pedro Cunha Lima quer garantias de Temer de que transposição do São Francisco será concluída

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) sugeriu que a bancada paraibana na Câmara dos Deputados peça ao possível presidente da República, Michel Temer (PMDB), garantias de que o novo governo vai concluir as obras de transposição das águas do Rio São Francisco.
A bancada deve entregar a Temer um documento assinado por todos os parlamentares da Paraíba e dos Estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará e Alagoas.
“Propomos a entrega desse documento para garantirmos que o novo governo vai concluir as obras, tendo em vista que a população nordestina tem sede de justiça social e de infraestrutura hídrica para a sua subsistência, em um instante em que enfrenta a maior estiagem de todos os tempos”, destacou Pedro.
De acordo com o parlamentar, o Brasil hoje vive o ápice da maior crise política brasileira desde a redemocratização.
A aprovação da admissibilidade do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados e sua admissibilidade pelo Senado veio confirmar a fragilidade política do Governo Federal, que não consegue implementar políticas públicas consistentes e necessárias ao desenvolvimento do país.
Com base nessa instabilidade política, Pedro Cunha Lima também sugeriu a elaboração de uma agenda emergencial.
“Assim, os integrantes da bancada do estado da Paraíba no Congresso Nacional consideram que a primeira e principal ação a ser realizada em favor da população paraibana é o adiantamento da conclusão das obras de transposição do Rio São Francisco”, afirmou.
No documento que será entregue ao novo presidente, o deputado destaca que a Região Nordeste vem atravessando a pior seca dos últimos 50 anos.
O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) constatou que o fenômeno do El Niño que ocorre nesse instante se assemelha ao que ocorreu em 1997 e 1998, quando houve uma grande seca na região Nordeste.
Conforme o órgão, há uma possibilidade de que a diminuição do total de chuvas seja expressiva neste ano. Pedro lembrou ainda que em abril deste ano, foram prorrogados decretos de situação de emergência em 170 municípios do estado da Paraíba.
“A medida foi tomada considerando que a escassez de água persistiu em vários municípios paraibanos. A estiagem prolongada, por sua vez, implica em prejuízos significativos para as atividades produtivas do estado, principalmente a agricultura e a pecuária”, afirmou.

Reações:

1 comentários:

PLANETA TERRA disse...

Membro do comitê da transposição prevê demora para água vir à PB.
http://www.maispb.com.br/183505/membro-do-comite-da-transposicao-preve-demora-para-agua-chegar-pb.html

Estudioso em recursos hídricos, o 2º secretário do Comitê de Transposição das Águas do Rio São Francisco, Pedro Severino de Souza, previu, nesta quarta-feira (8), que, mesmo sendo concluídas as obras do canal, a água do Rio São Francisco vai demorar para chegar à Paraíba.

De acordo com Pedro Severino, além de não ter água suficiente no rio para inundar o canal o problema será aumentado por insuficiência na geração da energia elétrica que moverão as máquinas que farão o bombeamento nas seis adutoras distribuídas no percurso.

Pedro Severino é técnico em estradas do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), atuou como assessor técnico da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA), escritor e pós graduado em recursos hídricos pela Universidade Federal de Alagoas.