terça-feira, 5 de julho de 2016

Construtora Mendes Júnior abandona barco da transposição

Envolvida na Operação Lava Jato e considerada “inidônea” pela CGU, a construtora Mendes Júnior apresentou ao Ministério da Integração Nacional pedido para deixar a obra de transposição do Rio São Francisco. O Ministério ainda está analisando, junto ao TCU, como fará a substituição da empresa.
O governo federal afirmou que a obra – atrasada em seis anos – não está parada e, apesar da decisão da construtora, o empreendimento será concluído no final deste ano, é o que promete o Ministério da Integração Nacional. A empresa estava responsável por um trecho de 140 quilômetros do eixo norte, entre Cabrobó no Sertão de Pernambuco e Jati, no Ceará.Caso haja atraso novamente nas obras do eixo norte, as águas do Velho Chico podem não chegar em São José de Piranhas, na Paraíba, como está previsto para o início de 2017.

Reações:

0 comentários: