quinta-feira, 21 de julho de 2016

Municípios da Região de Princesa Isabel só poderão gastar R$ 108 mil reais na campanha para Prefeito.

O Tribunal Superior eleitoral divulgou nesta quarta-feira (20) os dados atualizados do limite de gatos que os candidatos a prefeito e vereador poderão atingir nas eleições deste ano. O primeiro levantamento aconteceu em janeiro e trazia números inferiores aos novos apresentados pela Justiça Eleitoral.
Na Paraíba, tanto candidato a prefeito como a vereador poderão gastar mais, quando comparado com o que o TSE tinha estipulado em janeiro. Os postulantes a assumir a Prefeitura de João Pessoa, maior colégio eleitoral, poderão usar na campanha até R$ 2.465.246,00, no primeiro turno, e R$ 739.573,80, no segundo. No primeiro levantamento, o limite era de R$ 1.843.019,74, no primeiro turno, e R$ 552.905,92, no segundo. Os candidatos a vereador na Capital poderão gastar até R$ 273.874,03.
No segundo maior colégio eleitoral da Paraíba, na cidade Campina Grande, o máximo a ser usado na campanha de prefeito é de R$ 3.495.432,44, no primeiro turno, e R$ 1.048.629,73, no segundo. Antes o TSE havia divulgado que o limite era de R$ 2.613.187,89, na primeira etapa da eleição, e R$ 783.956,37, na segunda. Já os candidatos a vereador do município poderão usar até R$ 144.260,40 neste pleito.
Nas demais cidades da Paraíba não há segundo turno por não atingir o número mínimo de 200 mil e
leitores que obriga uma segunda etapa do pleito caso nenhum dos candidatos a prefeito atinjam 50% mais um dos votos. Em outros importantes colégios eleitorais, como Bayeux, Cajazeiras, Patos, Santa Rita e Sousa o limite de gastos na campanha para prefeito é de R$ 333.731,60, R$ 17.735,47, R$ 71.500,41, R$ 21.632,42 e R$ 53.336,02, respectivamente. Em Princesa Isabel que tem um eleitorado de 15 mil 827 votantes, os gastos foram limitados em Prefeito: R$ 108.039,06 R$ e Vereador: R$ 10.803,91 . Os mesmos valores são válidos para os municípios de Água Branca, Jurú, Tavares, Manaíra e São José de Princesa.
SB com TCEPB

Reações:

0 comentários: