terça-feira, 19 de julho de 2016

OPERAÇÃO CARDEIRO: Polícia Federal faz busca e apreensão na Prefeitura de Princesa Isabel.

A Polícia Federal (PF) está cumprindo mandados de busca e apreensão de documentos na Prefeitura de Princesa Isabel nesta terça-feira (19). A ação faz parte de uma operação de investigação denominada Operação Cardeiro, para desarticular quadrilha envolvida em desvio de recursos públicos, fraudes em licitações e falsidade ideológica. A operação ocorre nos estados da Paraíba e Pernambuco, nas cidades de João Pessoa, Princesa Isabel (PB), Salgueiro e Pesqueira (PE).
As buscas em Princesa Isabel começaram durante esta manhã no Gabinete, Secretaria de Finanças e Procuradoria. Residências de ex secretários também foram visitadas. Ninguém foi encaminhado para depor. "Mandado de prisão não existe.Eles só estão atrás de documentos e por isso vamos aguardar para ver o que a investigação vai achar. Por enquanto está tranquilo, eles estão fazendo o trabalho, entrando nos setores e verificando toda a documentação." Esclareceu Dra Kelly Antas, Procuradora do Município.
A Polícia Federal que trabalha em parcerias, disse que a ação de hoje é uma complementação de uma investigação que já está sendo feita desde 2014, a partir de denúncia da 11ª Gerência Regional de Saúde em Princesa Isabel, da Secretaria Estadual de Saúde (SES), e embasada em relatórios de auditoria da CGU, constatou que a empresa Construarq Empreendimentos e Construções Ltda. ganhou duas licitações com suspeitas de favorecimento, em virtude de relações de parentesco entre os proprietários e membros da Prefeitura.
Participam da operação 48 policiais federais, entre delegados e agentes, além de três auditores da CGU e um procurador da República.
Todo o material apreendido e os envolvidos estão sendo encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal (DPF) da cidade de Patos, no Sertão da Paraíba. Operação Cardeiro – O nome da operação faz alusão a um cacto bastante comum no Sertão. O vegetal é resistente à seca, assim como a corrupção insiste em perseverar na região, precisando ser combatida com intensidade.
SB com Comunicação Social PRF/PB

Reações:

0 comentários: