sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Sidney e Rosane confirmam favoritismo ao arrastar 4,5 mil pessoas em Passeata

As manifestações a favor da candidatura de Sidney (PSDB) e Rosane (PMDB), da coligação Unidos Por Uma Nova Princesa, aumentam a cada dia. Sem medo de provar o favoritismo, Sidney e Rosane desafiam adversários e colocam cerca de 4 mil e 500 pessoas, segundo estimativa da polícia, em passeata pelas principais ruas de Princesa. Na noite desta quinta-feira (01) , o grupo realizou a segunda passeata, arrastando multidão que caminhou com alegria cumprindo o trajeto da Praça dos Nominando (ponto 45) até a Casa de Aloísio Ananias (Jardim Karlota).
Jovens do grupo Juventude Ativa 45 estavam formando a linha de frente da passeata. Corredores humanos foram formados ao longo de todo o percurso. Alem de pessoas a pé, carros e motos também seguiram a passeata do 45. Durante todo o trajeto, os princesenses fizeram questão de manifestar apoio total à chapa apoiada pelo maior líder político da cidade Dr Sidney. Os candidatos, Sidney e Rosane e os vereadores estavam abraçados ao povo e juntos emocionados cantaram as músicas da campanha. “Um momento espetacular, que mostramos o nosso povo alegre , preenchendo as ruas de forma respeitosa. Todos aqui são princesenses, não tem ninguém de outra cidade.”Disse Rosane.
No Jardim Karlota o povo abraçou Sidney que fez uma pausa para agradecer a população e reafirmou o compromisso em trabalhar para que Princesa volte aos trilhos do desenvolvimento. “Amigos e amigas princesenses, sou grato por toda demonstração de apoio à nossa campanha vitoriosa. Essa, foi a passeata das mãos limpas. Todos nos conhecem e sabem de nosso passado. O adversário me critica porque fui estudar em João Pessoa e morei lá. Sim, estudei fora. Estudei!! Agora eu pergunto, o que ele fez em São Paulo?... Eles dizem que sou limpo porque ainda não exerci nenhuma função pública, oras, isso é discurso para gente desonesta. Porque caráter nasce com ele. Vida limpa tem que ter não só com as questões públicas, mas antes disso, na vida particular. E eu, na minha vida particular nunca fiz trambiques. Quem puder, que mostre suas mãos, abra seu passado.” Desafiou Sidney emocionando pelo calor do povo.
ASSESSORIA

Reações:

0 comentários: