quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Por salário atrasado, sindicato vai à Justiça contra oito prefeituras no Sertão. Princesa Isabel está na lista.

Pelo menos oito prefeituras, no Sertão da Paraíba, atrasaram os salários dos servidores públicos municipais desde o mês de setembro e podem não pagar os meses vincendos nem tampouco o 13º salário em dezembro, último mês do atual mandato. O presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, na Paraíba e vice–presidente do SINFEMP-(Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, José Gonçalves, revelou que existem greves e mobilizações nos municípios contra o atraso.
Ao mesmo tempo, o sindicato está entrando com ações na Justiça para bloquear as contas das prefeituras e destinar os recursos para atualizar a folha de pagamento do funcionalismo.Para o sindicalista José Gonçalves, a situação se complica ainda mais onde os gestores não foram reeleitos ou não tiveram os seus candidatos eleitos, pois abandonaram completamente a cidade.
Gonçalves ainda lamentou a morosidade da Justiça em acatar as ações dos sindicatos os quais solicitam o bloqueio dos recursos do FPM, FUNDEB, FUS, dentre outros, para pagar aos servidores que estão com salários atrasados.
Princesa Isabel -O sindicalista José Gonçalves diz que a situação mais grave registra-se no município de Princesa Isabel. Segundo ele, a prefeitura não pagou os meses de outubro, novembro e dezembro, ainda de 2015. E em 2016, continua o atraso com cinco meses de servidores que trabalham no gabinete, cinco meses na agricultura, cinco meses na administração, cinco meses na Infraestrutura, um mês na educação e cinco meses aos aposentados e pensionistas.
São José de Espinharas - José Gonçalves informou que, no município de São José de Espinharas, os servidores da Secretaria de Ação Social estão em greve e os demais saíram recentemente devido a um acordo. Se não for cumprido, retornarão. A prefeitura revelou que vai cumprir o compromisso e atualizar todos os salários.
Catingueira -A mesma situação, segundo o sindicato, se repete na Prefeitura de Catingueira, com mais de 15 dias de greve. Se o pagamento não for efetuado até o dia 30 deste mês, a greve retomará com força, adiantou José Gonçalves.
Santa Terezinha -Na cidade, os servidores da Prefeitura Municipal entraram em greve segunda-feira (24). Segundo o sindicato, a prefeitura pagou aos contratados e comissionados, todavia deixou de efetuar o pagamento dos funcionários efetivos.
Santa Luzia - Ainda de acordo com o sindicato, em Santa Luzia, os aposentados e pensionistas da Prefeitura Municipal receberam o salário este mês em duas parcelas de R$ 440,00.
Pombal -Na Prefeitura de Pombal, revela João Gonçalves, diversas categorias e pessoal de apoio ainda não receberam os seus salários referentes a mês de setembro e podem entrar em greve a qual momento em protesto ao atraso.
Santa Cruz -O sindicalista tampém ressaltou que, na Prefeitura Municipal de Santa Cruz, agora é que os professores estão recebendo o mês de setembro.
Igaracy -Na Prefeitura de Igaracy, no Vale do Piancó, os servidores públicos municipais ainda não receberam os meses de agosto e setembro e entrarão em greve na segunda-feira (24) até que os vencimentos forem regularizados.
Jornal da Paraíba

Reações:

0 comentários: