quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Rádio Princesa AM adquire novos equipamentos para transmitir com FM

Um termo aditivo que autoriza a migração de rádios AM para a faixa FM já foi assinado pela Presidência da república. A medida atende a uma demanda antiga dos empresários e entidades ligadas ao setor de rádio, principalmente de emissoras do interior. Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a faixa FM tem vantagens em relação à AM, entre as quais melhor qualidade de áudio, redução de custos de operação e manutenção e integração com aparelhos digitais, como tablets e celulares.
A emissora Rádio Princesa 970 AM em Princesa Isabel aderiu à migração e segundo informações do Diretor Geral, Jornalista Simorion Matos, já foi concluída a parte administrativa com a assinatura do aditivo que ocorreu em Brasília no dia 7. "Entramos agora na parte técnica, que será a instalação dos novos equipamentos. Acho que tudo estará pronto em 120 dias." Destacou Simorion. As ondas de rádio emitidas pelos transmissores AM são consideradas de tamanho médio, com alcance maior que os de FM, que têm ondas curtas. Portanto, a diferença técnica entre uma e outra está na propagação dessas ondas.
Frequências como as da rádio AM estão mais sujeitas a sofrerem interferência de equipamentos e sons, como eletrodomésticos, fábricas, linhas de transmissão e até o barulho produzido por veículos. Por isso o sinal dessas emissoras tem uma qualidade inferior à das FM.
Agora, as emissoras que assinaram o termo devem apresentar um projeto técnico de instalação das novas frequências e solicitar à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) uma permissão de uso. Para migrar à faixa FM, as rádios AM vão ter que trocar seus sistemas de transmissão de sinal, que inclui transmissores, antenas e equipamentos auxiliares.
SB

Reações:

0 comentários: