quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

PBGás autoriza reajuste de 24,9% no botijão de gás.

Os consumidores da Paraíba, que já pagam a água mais cara do Brasil, após uma escalada impressionante de reajuste acima de 78% em seis anos de Governo Ricardo Coutinho, devem passar a pagar mais caro também pelo gás de cozinha. A PBGás acaba de autorizar um reajustezinho camarada de 24,9% no metro cúbico do gás natural de consumo residencial (botijão de gás).
É o segundo aumento em menos de um ano. Em agosto do ano passado (ou seja, há seis meses), o Governo autorizou um aumento de 10% sobre o preço do gás natural de uso residencial. Com o novo reajuste de 24,9%, o preço do botijão de gás na Paraíba deverá saltar de R$ 60 (em média) para R$ 75. Certamente um dos maiores do País.
O aumento foi autorizado pela ARPB (Agência Reguladoras do Estado da Paraíba), e representa um aumento de quatro vezes acima da inflação de 2016, que ficou, segundo o IBGE, em 6,29%. O reajuste já foi publicado no Diário Oficial do Estado, edição desta quarta (dia 1). Gás veicular – Além do reajuste no botijão de 24,9%, também foram autorizados aumentos para outros segmentos que usam gás natural: o setor industrial terá aumento de 6,99%, o comercial (20,83%), gás veicular (9,96%).
Helder Moura

Reações:

0 comentários: