quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Universitários de Princesa Isabel desenvolvem projeto para mapear patrimônio cultural

Universitários do Instituto Federal da Paraíba, na cidade de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba desenvolveram um projeto para mapear o patrimônio cultural do município utilizando um aplicativo geográfico, a partir de um smartphone, capaz de armazenar e disseminar informações descritivas georreferenciadas.
O projeto desenvolvido pelos alunos do campus sertanejo tem objetivo de realizar levantamento documental do patrimônio cultural, setores competentes, visando à percepção da situação cadastral dos prédios históricos e evitando a duplicidade de informações, criar formulários digitais para otimizar a coleta de dados georreferenciados, descritivos e fotográficos dos elementos constituintes do patrimônio cultural, coletar dados georreferenciados desse patrimônio utilizando um smartphone e por meio de visita ao local, o que permite retratar a situação real desse patrimônio, produzir informações georreferenciadas sobre a distribuição espacial do patrimônio cultural aplicando ferramentas para a análise espacial em Sistema de Informação Geográfica, além de elaborar a cartografia turística de Princesa Isabel a partir da espacialização dos atrativos históricos e culturais.
O projeto visa a conscientização da população em preservar seu patrimônio histórico onde está esquecido e abandonado pelas autoridades, além de mostrar que a tecnologia usada pode ser usada para outros fins. Como por exemplo fazer mapeamento na área de segurança ou na área de saúde exemplo mapear áreas com focos de dengue são as inúmeras possibilidades com o Mapeamento Colaborativo.
A metodologia adotada foi aplicada por meio da utilização de uma ferramenta gratuita para coleta, gerenciamento e manipulação, armazenamento e disponibilização de dados geográficos utilizando um smartphone com sistema operacional Android.

Reações:

0 comentários: