terça-feira, 11 de julho de 2017

Quatro cidades 'esquecidas' na PB são apontadas como 'grandes potenciais turísticos'

Uma região muitas vezes esquecida pelos próprios paraibanos tem um potencial turístico que poderá ser explorado em breve. Está sendo discuto um projeto no Vale do Paraíba para que novos roteiros sejam formatados. Atrativos como Caminho das Letras, Caminhos de Zé Lins, Caminho das Artes, Caminho das Itacoatiaras e Caminho dos Quilombos, tendo como segmentos principais o turismo cultural e o turismo de aventura, irão integrar o roteiro Caminhos do Vale do Paraíba que será inserido no calendário turístico da Paraíba.
Os doze municípios da região já formaram o Fórum de Turismo, que realizou a sua segunda reunião nessa quinta-feira (6), na cidade de Pilar para, junto com a governança local, discutir o desenvolvimento de atividades e ações que atraiam turistas para estas cidades.
"Muitos municípios dessa região têm um grande potencial turístico que precisa ser reconhecido e trabalhado. Precisamos juntar nossas forças e potencialidades para criarmos destinos criativos e atrativos", disse o analista técnico do Sebrae Paraíba, Pablo Queiroz.
A primeira reunião do Fórum aconteceu na cidade de Ingá, no início de junho, quando foi dado início aos encaminhamentos a partir do diagnóstico turístico realizado pelo Sebrae.
Pablo acrescentou que quatro municípios já foram reconhecidos como cidades turísticas e farão parte do mapa turístico da Paraíba. Itabaiana, Ingá, Pilar e Gurinhém estão produzindo material de divulgação de suas potencialidades.
Já existe, por exemplo, um debate visando criar o Caminho das Letras, que começaria em Ingá, com as primeiras escrituras rupestres das Itacoatiaras, seguiria para Itabaiana na identidade do poeta Zé da Luz, depois iria para Pilar, com o roteiro de José Lins do Rego e finalizaria em Sapé, com a visitação ao memorial Augusto dos Anjos.//

Reações:

0 comentários: