quinta-feira, 16 de novembro de 2017

31% dos municípios da PB não tem dinheiro para pagar 13º, diz presidente da UBAM

Pelo menos 31% dos municípios da Paraíba não têm dinheiro para pagar o 13º salário dos servidores, revelou nesta terça-feira (14) o presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM) na Paraíba, Leonardo Santana. JS = A estimativa tem como base a queda dos recursos financeiros repassados pelo Governo Federal, através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Alguns gestores anteciparam o valor parcial do décimo terceiro em junho, outros deixaram a conta para dezembro. No entanto, o cenário atual é de muita dificuldade”, disse Leonardo.
O presidente da UBAM também relatou a situação de inadimplência dos municípios com as associações e disse que a solução para alguns gestores está sendo a realização do cortes no próprio orçamento.
“A maioria das administrações buscam soluções, mas a realidade do país tem causado consequências duras. Isso tem gerado reflexo até mesmo no índice de inadimplência das prefeituras com as associações. Alguns gestores estão demitindo e realizando cortes no próprio orçamento, para tentar fechar a conta. Isso tudo é muito negativo porque prejudica o serviço público”, comentou.
Leonardo Santana disse ainda que a UBAM enviou um ofício ao Governo Federal solicitando um auxílio de R$ 2 bilhões para os municípios brasileiros. “Se o governo não liberar nenhum recurso de auxílio para os municípios, a realidade pode piorar ainda mais para as prefeituras. Fizemos um pedido de R$ 2 bilhões para o governo e estamos aguardando uma resposta”, ressaltou .
As denúncias de corrupção e a crise política no país, segundo o presidente da UBAM, têm prejudicado a gestão dos municípios. “Temos um governo administrando para se manter no cargo, o congresso por sua vez, pensa apenas nas eleições do próximo ano. Essa realidade tem prejudicado muito a gestão nos municípios. Precisamos de uma agenda prioritária voltada para os problemas locais”, concluiu.

Reações:

0 comentários: