segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Cartaxo, Cássio, Maranhão e Romero voltam a sinalizar unidade das oposições na convenção do PSDB

O fato é que a convenção do PSDB terminou se constituindo na segunda grande manifestação de unidade das oposições, nos últimos meses. A primeira, em 15 de setembro, durante o aniversário do senador Zé Maranhão, quando o peemedebista, mais o senador Cássio Cunha Lima e os prefeitos Luciano Cartaxo e Romero Rodrigues se reuniram e sinalizaram a confirmação dessa parceria, iniciada nas eleições do ano passado.
Durante a convenção dos tucanos, desse sábado (dia 11), quando Ruy Carneiro foi reconduzido à presidência estadual do partido, novamente Maranhão, Cássio, Cartaxo e Romero estiveram juntos e, pelo que se viu, proclamando os termos de uma unidade que se projeta para 2018. Com o detalhe de que nenhum deles se arvorou como candidato de forma isolada, o que poderia fracionar esse projeto.
O que se viu, em várias entrevistas, foi uma ponderação em torno de uma estratégia: todos são potenciais candidatos ao Governo, mas, provavelmente a partir de janeiro, as oposições devem realizar uma avaliação, certamente por meio de pesquisas, para decidir qual deles tem o melhor perfil e mais condições de representar a chapa majoritária contra o candidato do governador Ricardo Coutinho.
Presentes – Além dos quatro líderes da oposição e o presidente Ruy Carneiro, também estiveram presentes à convenção o vice-prefeito Manuel Júnior, o deputado federal Rômulo Gouveia (presidente do PSD), o ex-deputado federal Marcondes Gadelha (presidente do PSC), os prefeitos Luiz Antônio Alvino (Bayeux), Zenóbio Toscano (Guarabira), Dinaldo Wanderley (Patos), afora vereadores e lideranças especialmente de PSDB, PMDB e PSD.
Helder Moura

Reações:

0 comentários: