quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Voluntários fazem mobilização na orla de Cabo Branco neste sábado(24) em apoio ao lazer dos deficientes do Projeto ‘Acesso Cidadão’

ACSocial

Após um grupo de moradoras  denunciarem ‘incômodo’ com a presença de deficientes na praia de Cabo Branco, a entidade Acesso Cidadão, que atua na promoção e defesa dos direitos da pessoa com deficiência e em vulnerabilidade social, decidiu realizar um ato de repúdio em contraponto a denúncia feita por moradores do bairro Cabo Branco.

Os voluntários que atuam no projeto, estarão se reunindo neste sábado a partir das 08h30 na orla de Cabo Branco para de forma pacífica e simbólica promover um abraço solidário em apoio ao projeto que tem mudado à vida de centenas de famílias com membros deficientes.

O Acesso Cidadão, é um grupo de voluntários de áreas específicas: fisioterapeutas, Assistentes Social, Professores de Educação Física, além de colaboradores da área social e militantes dos Direitos Humanos, que atuam através de ações que provocam debates na sociedade sobre a inclusão e a valorização da vida em qualquer condição.

O programa tem como objetivo fazer com que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida possam aproveitar o fim de semana para tomar um banho de mar. As atividades começaram em dezembro de 2012, na gestão do então prefeito Luciano Agra (in memoriam) e proporcionam acessibilidade sempre aos sábados, das 7h às 12h, em frente à Fundação Casa José Américo de Almeida.

O projeto, que também prevê o acesso a jogos esportivos, lazer e cultura, é resultado de uma parceria da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Planejamento (Seplan), com a Fundação Casa José Américo; a ONG Assessoria e Consultoria para Inclusão Social; e a Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad).


Por Sabrina Barbosa

Reações:

0 comentários: