terça-feira, 10 de setembro de 2019

Explosão e fuga em massa no Presídio PB1 em JP completa 1 ano e vinte fugitivos ainda não foram recapturados

Portal Correio

Um ano após o ataque ao presídio PB1, em Jacarapé, em João Pessoa, que ocasionou a fuga de 92 presos do complexo penitenciário, 20 presos seguem foragidos, de acordo com o levantamento feito pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). De acordo com o secretário executivo, João Paulo Ferreira, até então, 72 fugitivos foram capturados.
Conforme dados disponíveis na plataforma Geopresídios do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o complexo penitenciário modelo de João Pessoa, presídios PB1 e PB2, atualmente tem 698 presos com uma capacidade de 640 presos.
Os dados são referentes ao mês de junho de 2019. Do total de 698, apenas 63 deles são provisórios.

A ação criminosa que resultou na fuga em massa foi para resgatar um preso, identificado como Romário Gomes Silveira, conhecido como Romarinho, acusado de comandar uma quadrilha especializada em assaltos a bancos. Romarinho que foi localizado em Fortaleza, no Ceará, e preso em junho de 2019.

Ainda de acordo com João Paulo Ferreira, as forças de segurança do estado seguem em busca dos demais fugitivos do PB1 que aproveitaram o resgate a Romarinho na época e escaparam do presídio.

G1

Reações:

0 comentários: