segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Casos de sarampo são investigados na Paraíba e Saúde alerta sobre prevenção


A Secretaria de Estado da Saúde emitiu um alerta aos serviços de saúde para casos suspeitos de Sarampo.  A Paraíba apresenta dois casos em investigação, de acordo com o último boletim epidemiológico, aguardando confirmação laboratorial.

A vacina é a única forma de prevenção do Sarampo. A Tríplice Viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba e está disponível de rotina nas salas de vacina dos municípios, mas infelizmente a Paraíba continua com baixa cobertura vacinal, apresentando 83,94% de  cobertura da primeira dose da Tríplice Viral, onde a meta é de 95%.

A Secretaria de Saúde ainda ressalta sobre a importância de identificar os sintomas iniciais como febre, manchas avermelhadas que começam na cabeça e vão descendo para o restante do corpo, além de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independentemente da idade e situação vacinal.

Em casos de presença de qualquer sintoma, é importante ir ao posto de saúde mais próximo para receber a devida assistência.

Devem se vacinar pessoas de 1 a 29 anos de idade (2 doses de tríplice viral com intervalo mínimo de 30 dias entre elas);  pessoas de 30 a 49 anos de idade não vacinados( 1 dose de tríplice viral); profissionais de saúde não vacinados(2 doses com a vacina tríplice viral independente da idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas); e crianças de 6 meses a menores de 1 ano que  vão se deslocar para municípios que apresentam surto ativo de sarampo.


Por Sabrina Barbosa

Reações:

0 comentários: