quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Segunda fase da Operação Famintos mira vereador de Campina Grande e mais sete pessoas suspeitas em fraudes na merenda escolar

Ascom/PF
A cidade de Campina Grande amanheceu esta quinta-feira (22) com a Polícia Federal em ação. Trata-se da 2ª fase da Operação Famintos, que investiga fraudes em licitações para a compra de merenda escolar para alunos da rede municipal de ensino.
Segundo informações da Rádio Campina FM, o vereador Renan Maracajá(PSDC) que estava sendo investigado, foi preso na manhã de hoje.



Nesta segunda fase estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão temporária, e três de prisão preventiva na cidade.

A Operação Famintos é uma parceria  entre a Polícia Federal (PF), Ministério Público Federal (MPF), e Controladoria-Geral da União (CGU).

O objetivo é combater a prática de crimes de fraude à licitação, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e de corrupção, na aquisição de gêneros alimentícios e merenda escolar para alunos da rede municipal de ensino.

Por Sabrina Barbosa

Reações:

0 comentários: